Meteorologia

  • 21 JUNHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Trump exibe vídeo com trens e prédios para atrair Coreia do Norte

"Esse pode muito bem ser o futuro", disse o americano, após o encontro

Trump exibe vídeo com trens e prédios para atrair Coreia do Norte
Notícias ao Minuto Brasil

22:19 - 12/06/18 por Folhapress

Mundo capitalismo

ESTELITA HASS CARAZZAI - Um país com trens de alta velocidade, arranha-céus espelhados, fábricas modernas e gigantescas linhas de transmissão de energia. Seriam as cenas de "ficção científica", a que o norte-coreano Kim Jong-un se referiu logo depois de se encontrar com o presidente americano Donald Trump?

Para o mandatário dos EUA, podem ser. Elas fazem parte de um vídeo exibido ao ditador da Coreia do Norte durante a cúpula entre os dois líderes, nesta terça-feira (12) - que, segundo Trump, são uma visão do que pode se tornar o país comunista.

"Esse pode muito bem ser o futuro", disse o americano, após o encontro. O material foi editado pelo governo americano (embora seja apresentado como uma produção Destiny Pictures) e exibido em um tablet a Kim e outras autoridades do seu regime. "Eu achei muito bom; eu acho que eles amaram", comentou.

Enquanto cenas de cidades luminosas e fábricas de tecnologia são exibidas, um narrador fala sobre "a luz da prosperidade e da inovação" e diz que a "história está sempre evoluindo". Nesse momento, surgem imagens de Kim e Trump: "Chega um momento em que apenas alguns são chamados para fazer a diferença. Mas a questão é: que diferença esses poucos farão?".

+ Nove perguntas que a cúpula entre Trump e Kim não soube responder

O vídeo faz um convite para que Kim "seja parte daquele mundo, em que as portas da oportunidade estão abertas": um mundo com "tecnologia inovadora", "avanços médicos" e "abundância de recursos", promete o governo americano.

Ao final dos quatro minutos da produção, o recado fica ainda menos sutil: "Irá esse líder escolher o avanço de seu país, ser o herói do seu povo? Irá ele apertar as mãos da paz, e aproveitar a prosperidade, como nunca antes visto?".

"Apresentando Donald Trump e Kim Jong-un", diz o narrador, "um encontro para refazer a história." Não deixa de ser uma amostra do estilo de liderança de Trump, que fez fortuna no ramo imobiliário e escreveu um livro, no final dos anos 1980, chamado "A arte da negociação".

Aos jornalistas após o evento, o americano falou com entusiasmo de sua visão para o futuro da Coreia do Norte, caso seja alcançado o acordo de desnuclearização. "Eles têm praias incríveis. Não daria um ótimo condomínio?", declarou. "Pense do ponto de vista imobiliário: você tem a Coreia do Sul, a China, e uma terra bem no meio! O quão incrível é isso? Eu expliquei: vocês podem ter os melhores hotéis do mundo."

+Reunião história gera otimismo e cautela na comunidade internacional

Kim estava sorridente ao final do encontro - mas o clima amistoso não impediu que um agente do regime inspecionasse, com luvas de látex, a caneta que ele usaria para assinar o acordo. Medida de segurança.

Trump disse que o vídeo foi apenas uma sugestão, e cabe a Kim decidir qual vai ser seu plano de desenvolvimento daqui em diante. Ou, nas palavras do clipe editado pela Casa Branca: "O passado não precisa ser o futuro".

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório