Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após 'tempestade', nova capa da TIME mostra Donald Trump à deriva

Nova ilustração é a terceira com foco na administração norte-americana

Após 'tempestade', nova capa da TIME mostra Donald Trump à deriva
Notícias ao Minuto Brasil

14:56 - 23/08/18 por Notícias Ao Minuto

Mundo Revista

O presidente dos Estados Unidos com dificuldade em manter a salvo em águas agitadas. Esta é a descrição da nova capa da revista TIME, que tem documentado a situação na Casa Branca de forma crítica, numa série que já conta com três ilustrações.

A última ilustração mostra Donald Trump na Sala Oval, perdendo o controle sobre a tempestade que se abateu sobre si. A ideia tece um paralelismo com os últimos desenvolvimentos em torno de pessoas ligadas à sua administração - o seu antigo diretor de campanha, Paul Manafort, e o seu antigo advogado pessoal, Michael Cohen.

A capa já é a terceira numa série da autoria de Tim O’Brien. A primeira, vale lembrar, foi publicada em fevereiro de 2017 e marcava o primeiro mês de Donald Trump na presidência norte-americana com o título 'Nothing to see here' ('Não há nada para ver aqui').

A peça fazia referência ao suposto caos criado na Casa Branca com a entrada do republicano.

TIME’s new cover: Inside Donald Trump's White House chaos. Illustration by Tim O’Brien for TIME; animation by @brobeldesign

Uma publicação partilhada por TIME (@time) a 16 de Fev, 2017 às 6:15 PST

Em abril deste ano, porém, o artista revisitou a ilustração para acrescentar uma tempestade, uma referência a Stormy Daniels, a atriz pornográfica que teria mantido uma relação extraconjugal com Donald Trump e que alegou pagamento pelo seu silêncio (levados a cabo pelo advogado Michael Cohen). O nome Stormy, sublinhe-se, pode traduzir-se como 'tempestuoso' ou 'conturbado'.

TIME's new cover: Donald Trump relied on his personal lawyer and longtime fixer, Michael Cohen, to weather the storm. Now the President is on his own. Read the full cover story on TIME.com. Illustration by @obrienillustration for TIME

Uma publicação partilhada por TIME (@time) a 12 de Abr, 2018 às 5:00 PDT

Esta semana, Tim O’Brien coloca Trump à deriva na tempestade, com aparentes dificuldades para manter-se à tona da água.

A leitura mais drástica da situação de Trump surge após a condenação de Manafort por oito crimes de evasão fiscal e fraude bancária. No mesmo dia, Michael Cohen, que era advogado pessoal de Trump, deu-se como culpado em cinco acusações de fraude fiscal, uma de fraude bancária e duas por violação das leis de financiamento das campanhas eleitorais.

As implicações deste veredicto estão muito além dos crimes financeiros de Manafort e ajudam a levantar o pano sobre a polêmica em torno da campanha de Donald Trump e as suas alegadas ligações ao Kremlin, sendo estes os primeiros resultados efetivos da investigação levada a cabo pelo procurador especial Robert Mueller sobre a eventual ingerência russa nas disputas presidenciais norte-americanas de 2016. Uma investigação que Trump apelida de "caça às bruxas".

Campo obrigatório