Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Trump assina decreto para punir interferência nas eleições

Medida foi anunciada pelo assessor de segurança nacional

Trump assina decreto para punir interferência nas eleições
Notícias ao Minuto Brasil

18:45 - 12/09/18 por ANSA

Mundo EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira (12) um decreto para sancionar a interferência estrangeira nas eleições do país, anunciou o assessor de segurança nacional, John Bolton.

"Ao nos aproximarmos das eleições legislativas de novembro, vimos sinais não apenas da Rússia, mas da China, e das capacidades prováveis por parte do Irã e da própria Coréia do Norte", disse Bolton. Os Departamentos de Estado e de Tesouro vão decidir quais as medidas apropriadas contra os países e até empresas que interferirem em eleições nacionais.

+ Furacão Florence é rebaixado para categoria 3, mas segue perigoso

As sanções, que podem ser aplicadas durante ou após uma eleição, incluem o congelamento de bens, a restrição de transações estrangeiras, a limitação de acesso a instituições financeiras no país e a proibição de cidadãos americanos de investirem em empresas envolvidas nas interferências.

A medida ainda ordena que as agências de inteligência avaliem em 45 dias se estrangeiros ou entidades interferiram nas eleições dos Estados Unidos, passando as informações para as secretarias da Justiça e do Interior, segundo explicou o diretor de Inteligência Nacional, Dan Coats. As autoridades norte-americanas concluíram que a Rússia interferiu nas eleições presidenciais de 2016, nas quais Trump derrotou a democrata Hillary Clinton. Segundo as investigações, os russos agiram em conluío com os responsáveis pela campanha do republicano. No entanto, ele nega. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório