Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Morador de rua acha R$ 65 mil e entrega a banco de alimentos nos EUA

A polícia manteve o dinheiro por 90 dias, o tempo exigido pela lei estadual para que alguém fizesse uma reivindicação de propriedade

Morador de rua acha R$ 65 mil e entrega a banco de alimentos nos EUA
Notícias ao Minuto Brasil

05:57 - 05/12/18 por Notícias Ao Minuto

Mundo honestidade

Uma surpresa estava à espera de Kevin Booth, 32 anos, quando ele fez uma parada matinal no Sumner Food Bank, três meses atrás. Booth, que é morador de rua, encontrou uma sacola marrom no chão do lado de fora da caixa de pão comunitária do banco de alimentos. As informações são do The Seattle Times.

"No começo, pensei, 'o que diabos é isso no chão?'", disse, em uma entrevista recente. Ele colocou a bolsa em uma lata de lixo e enfiou a mão dentro dela. Ele tirou uma nota de $ 20. "Claro, cheirei para ver se era real", disse ele. "Então, pensei, 'eu tiro ou fico?'"

Quando uma voluntário do banco de alimentos chegou pouco tempo depois, ele deu a sacola para ela, sem perceber o que havia dentro, disse a diretora do banco de alimentos, Anita Miller. "Ela entrou para pesar, pensando que era comida", disse Miller. Não foi comida. Foram 17 mil dólares em dinheiro, o equivalente a R$ 65 mil.

+ Sismo de magnitude 7,5 atinge Nova Caledônia; há risco de tsunami

Atordoados, eles ligaram para a polícia. Os policiais determinaram que o dinheiro era real e usaram câmeras de segurança para tentar descobrir o que havia acontecido. Eles não conseguiram determinar quem deixou a sacola, mas viram quem a encontrou.

"Fui parado mais tarde por (oficiais) e eles me disseram o que estava lá e eu quase desmaiei", disse Booth. "Eu nunca toquei tanto dinheiro e acho que nunca mais vou fazer isso."

A polícia manteve o dinheiro por 90 dias, o tempo exigido pela lei estadual para que alguém fizesse uma reivindicação de propriedade. Ninguém o fez, então o dinheiro foi para o banco de alimentos, que planeja usá-lo para expandir seu prédio, onde atende cerca de mil pessoas por mês.

Para agradecer sinceramente a Booth, Miller lhe deu parte do dinheiro em cartões de presente como recompensa. "Eu acredito que uma mão para cima é o que deveríamos estar fazendo com os nossos sem-teto", disse Miller. "Todos nós que estamos tentando ajudar devemos pensar sobre isso."

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório