Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Trump volta a criticar México por 'não fazer nada' para travar caravana

Presidente dos EUA se pronunciou pelo Twitter

Trump volta a criticar México por 'não fazer nada' para travar caravana
Notícias ao Minuto Brasil

15:09 - 19/01/19 por Lusa

Mundo Migrantes

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez mais uma crítica ao México, neste sábado (19), e acusou o país de "não fazer nada" para travar uma nova caravana de migrantes hondurenhos que, segundo frisou o governante, avança em direção à fronteira norte-americana.

"O México não está fazendo NADA para travar a Caravana que está agora completamente formada e se dirige para os Estados Unidos. Nós fizemos parar as últimas duas [caravanas]  - muitos [migrantes] ainda estão no México, mas não podem atravessar o nosso Muro. São necessários muitos Agentes Fronteiriços se não existir nenhum Muro. Não é fácil!", escreveu Trump no Twitter, utilizando letras maiúsculas ao longo da mensagem para acentuar a sua posição.

+ Três migrantes morrem e mais de 100 estão desaparecidos após naufrágio

Trump publicou esta mensagem depois de mais de 2 mil migrantes oriundos das Honduras terem entrado nessa sexta-feira (18) em território mexicano, ignorando, dessa forma, o pedido das autoridades de imigração para aguardarem na fronteira com a Guatemala até a entrega de um documento que certifique a sua passagem por razões humanitárias.

Esta nova caravana, que saiu esta semana da localidade hondurenha de San Pedro Sula, entrou na sexta-feira na ponte fronteiriça que liga Tecún Uman, na Guatemala, e Hidalgo, cidade no Estado mexicano de Chiapas.

A entrada no México deste novo grupo de migrantes aconteceu depois de os migrantes terem pressionado as autoridades fronteiriças, que acabariam por ceder a passagem, sem registro de confrontos, ao contrário do sucedido em anteriores ocasiões.

+ Sobe para 66 número de mortos em explosão de oleoduto no México

Ontem, Donald Trump afirmou que ia fazer hoje um "grande anúncio" sobre a paralisação parcial dos serviços do governo federal, o designado 'shutdown' que já dura há quatro semanas, e a fronteira sul dos Estados Unidos.

A paralisação parcial dos serviços federais está em vigor devido ao braço-de-ferro entre Donald Trump, que insiste em obter financiamento para a construção de um muro na fronteira com o México, e os democratas no Congresso norte-americano, que se opõem à medida defendida pelo presidente. Com informações da Lusa.

Campo obrigatório