Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Militares russos têm o direito de estar na Venezuela', diz Rússia

O país apoia o presidente Nicolás Maduro

'Militares russos têm o direito de estar na Venezuela', diz Rússia
Notícias ao Minuto Brasil

07:41 - 27/03/19 por Lusa

Mundo Rússia

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia declarou que os militares russos que chegaram à Venezuela durante o fim de semana têm todo o direito de estar no território do país sul-americano.

+ Militantes armados atacam carro com Guaidó no Parlamento venezuelano

As posições opostas entre Rússia e Estados Unidos sobre como resolver a crise na Venezuela aumentaram após a chegada de militares russos para apoiar o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, no fim de semana.

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Maria Zakharova, disse num comunicado, divulgado na noite de terça-feira (26) que a Rússia enviou militares "em estrita concordância" com a Constituição venezuelana e com um acordo bilateral de cooperação militar.

Maria Zakharova não explicou quantos militares foram enviados da Rússia para a Venezuela. O autoproclamado Presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, disse na terça-feira que a presença de quase uma centena de militares russos no país "viola a Constituição".

"Parece que (no Governo do Presidente Nicolás Maduro), não confiam nos seus militares, porque estão a importá-los, violando a Constituição novamente", disse. Juan Guaidó falava em Caracas, durante uma sessão parlamentar convocada para analisar a chegada, no fim de semana, de dois aviões russos à Venezuela e um grupo de 99 militares da Rússia, e o apagão que desde segunda-feira afeta o país.

Segundo Juan Guaidó a presença de militares russos no país deveria ser autorizada pelo parlamento venezuelano, o único poder público controlado pela oposição no país. Com informações da Lusa.

Campo obrigatório