Meteorologia

  • 19 MAIO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Na guerra morreram menos afegãos do que brasileiros pela Covid', diz Randolfe

A CPI ouve nesta sessão o auditor do TCU (Tribunal de Contas da União) Alexandre Figueiredo Costa Marques

'Na guerra morreram menos afegãos do que brasileiros pela Covid', diz Randolfe
Notícias ao Minuto Brasil

14:48 - 17/08/21 por Folhapress

Política CPI

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Durante a sessão nesta terça-feira (17), o vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), fez um comparativo entre as mortes em decorrência na guerra do Afeganistão e as que ocorreram no Brasil por Covid-19.

"Ontem todos nós nos indignamos com as tristes cenas do Afeganistão, nos indignamos com a ascensão do Taleban ao poder no Afeganistão. Mas, nos 20 anos de guerra no Afeganistão, morreram menos afegãos do que brasileiros pela pandemia da Covid-19", afirmou.

"E o presidente da República, ao invés de ficar enfrentando a pandemia, resolveu tentar subestimar a dor da perda das famílias brasileiras", afirmou, em referência à fala de Bolsonaro que buscou apontar super notificação no Brasil dos mortos em decorrência da Covid-19.

A comissão ouve nesta sessão o auditor do TCU (Tribunal de Contas da União) Alexandre Figueiredo Costa Marques, que elaborou um estudo para tentar demonstrar a super notificação nas mortes por Covid. O presidente Bolsonaro usou o trabalho para comprovar a sua tese.

Campo obrigatório