Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

"Não tenho nada a ver", diz Cunha sobre US$ 5 mi citados por doleiro

O ex-sócio do doleiro Alberto Youssef disse ao colegiado ter comprovantes de depósitos bancários, totalizando US$ 5,1 milhões

"Não tenho nada a ver", diz Cunha sobre US$ 5 mi
citados por doleiro
Notícias ao Minuto Brasil

17:32 - 07/04/16 por Notícias Ao Minuto

Política Conselho de Ética

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou

nesta quinta-feira (7) não ter “absolutamente nada a ver” com os fatos relatados pelo doleiro Leonardo Meirelles no Conselho de Ética.

O ex-sócio do doleiro Alberto Youssef

disse ao

colegiado

ter comprovantes de depósitos bancários, totalizando US$ 5,1 milhões, de valores que recebeu em suas contas no exterior e que teriam como destinatário final o presidente da Câmara.

“Esse evento já foi publicamente comprovado que não tem nada, absolutamente nada a ver comigo”, declarou Cunha.

De acordo com informações do G1,

Eduardo

Cunha é investigado no Conselho de Ética pela suspeita de manter contas bancárias secretas no exterior e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras e de não as ter declarado no Imposto de Renda.

Meirelles contou

que, a pedido de

Youssef, recebeu três transferências em 2012 de uma empresa do empresário Júlio Camargo, totalizando US$ 5,1 milhões, na conta de uma empresa sua, chamada RFY, na China. Ele

afirmou

que converteu esse dinheiro em reais e o entregou em espécie

a

Youssef, porém negou saber quem era o destinatário na época. Somente

depois, em almoço informal, o

doleiro

disse que o dinheiro seria destinado a Cunha.

"Uma semana após a operação, almoçando com o Alberto, nesse mesmo dia eu vi o Júlio [Camargo] saindo do escritório do Alberto, fomos almoçar e ele me disse: 'Você nem imagina a pressão que eu estava sofrendo'. E disse que era do investigado [no Conselho de Ética], que era de Eduardo Cunha", disse o depoente.

Campo obrigatório