PF deflagra mais uma fase da Operação Acrônimo

Há cinco mandados de condução coercitiva, mas nenhum de prisão

© DR
Política INVESTIGAÇÃO 09:31 - 30/11/16 POR Notícias Ao Minuto

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (30) a 12ª fase da Operação Acrônimo. A PF deve cumprir os  mandados expedidos no Tocantins e no Distrito Federal, eles foram expedidos pela Justiça de Tocantins.

PUB

De acordo com a Folha de S. Paulo, há cinco mandados de condução coercitiva, mas nenhum de prisão.

A operação da PF se refere a uma licitação do Detran do Estado.

ACRÔNIMO

A Operação Acrônimo teve a primeira fase deflagrada em 2015. A investigação apura um esquema de lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais envolvendo gráficas e agências de comunicação.

Segundo a Folha, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), foi alvo pois é suspeito de ter usado os serviços de uma gráfica durante a campanha eleitoral de 2014 sem a devida declaração dos valores e de ter recebido "vantagens indevidas" do proprietário dessa gráfica, o empresário Benedito Oliveira.

Pimentel nega envolvimento em irregularidades.

[Notícia em atualização]

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X