Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2017
Tempo
MIN 9º MÁX 9º

Edição

Moro nega pedido de defesa para transferir processo contra Lula a SP

Ex-ministro Antônio Palocci e ex-assessor Branislav Kontic são réus na mesma ação penal e também tiveram solicitação rejeitada

Moro nega pedido de defesa para transferir processo contra Lula a SP
Notícias ao Minuto Brasil

15:13 - 29/08/17 por Notícias Ao Minuto

Política Lava Jato

O ex-presidente Lula será ouvido pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância, no próximo dia 13, em Curitiba (PR), no processo que envolve a compra de um terreno para a construção da nova sede do Instituto Lula e de um imóvel vizinho à casa do petista, em São Bernardo do Campo (SP).

O ex-ministro Antônio Palocci e seu ex-assessor Branislav Kontic também são réus na mesma ação penal. Os três foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Os interrogatórios começam a partir de 4 de setembro.

+ Sem Doria, Alckmin convida tucanos para debater programa de governo

Os advogados do trio tentaram transferir o processo de Curitiba para São Paulo, alegando que os supostos crimes não têm relação com a Petrobras e, consequentemente, não estariam no âmbito da Lava Jato. No entanto, nessa segunda-feira (28), Sérgio Moro negou o pedido.

"A competência é da Justiça Federal, pela existência de crimes federais, com, segundo a tese da Acusação, pagamento de vantagem indevida ao então Presidente da República, e especificamente deste Juízo pela prevenção e pela conexão e continência entre os processos que têm por objeto o esquema criminoso que vitimou a Petrobrás investigado no âmbito da assim denominada Operação Lava Jato", explicou o juiz.

Campo obrigatório