Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Sócio de 'doleiro dos doleiros' é preso pela Interpol no Paraguai

Bruno Farina é acusado pelo Ministério Público Federal de fazer parte do esquema envolvendo o ex-governador Sergio Cabral

Sócio de 'doleiro dos doleiros' é preso pela Interpol no Paraguai
Notícias ao Minuto Brasil

10:27 - 27/12/18 por Folhapress

Política bruno farina

A Interpol prendeu na noite desta quarta-feira (26) no Paraguai o doleiro brasileiro Bruno Farina, alvo da Operação Lava Jato e sócio comercial do megadoleiro Dario Messer -apontado como o doleiro dos doleiros.

As buscas por Farina tiveram início em uma operação na terça (25), quando foram encontrados documentos pessoais do doleiro. Ele foi encontrado em um clube na cidade de Hernandarias, de acordo com o jornal paraguaio ABC Color.

+ Temer excluirá corrupção do indulto, afirma Jungmann

+ Equipes de Bolsonaro batem cabeça sobre reforma da Previdência

O doleiro é investigado por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e evasão de divisas.

Farina é próximo de Messer, considerado foragido pelas polícias brasileira e paraguaia, e um dos alvos da Operação Câmbio, Desligo -desdobramento da Lava Jato no Rio, deflagrada em maio passado.

Messer é pivô de ação penal aberta pelo juiz Marcelo Bretas, em junho, contra uma rede de 61 doleiros na qual a Odebrecht é uma das principais envolvidas.

As suspeitas da Câmbio, Desligo fizeram o Ministério Público do Paraguai, onde Messer vivia, também abrir investigações e obter na Justiça o bloqueio de contas do doleiro e de suas empresas -abertas, segundo as investigações, com dinheiro ilícito.

Antes da Lava Jato, Messer também já tinha sido alvo de investigações no caso Banestado e do mensalão.

Reportagem publicada pela Folha de S.Paulo em julho mostrou que Messer se dizia disposto a colaborar com a Justiça, mas queria negociar condições para se entregar. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório