Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Cartilha distribuída em escola de SP associa gordo a botijão

Pais afirmam que a cartilha impõe medo da alimentação, distorção de imagem e reforça preconceitos

Cartilha distribuída em escola de SP associa gordo a botijão
Notícias ao Minuto Brasil

20:21 - 16/04/18 por Notícias Ao Minuto

Brasil São José dos Campos

Uma cartilha com orientações sobre hábitos alimentares entregue a crianças de uma escola da rede municipal de São José dos Campos, no interior de São Paulo, está sendo considerada preconceituosa por pais ao abordar a obesidade infantil. Personagens acima do peso são comparados a um botijão (imagem acima), além de terem medo de se olhar no espelho. Após denúncia, a Prefeitura se comprometeu a recolher o material.

Como apurado pelo G1, os alunos da 4ª série do ensino fundamental da escola municipal Maria de Melo, no Parque Industrial, receberam a cartilha chamada 'A Fantástica Magia dos Alimentos - informações para uma alimentação saudável' na última sexta-feira (13). O material é parte de um projeto da escola para estimular a alimentação saudável e combater o sedentarismo.

De acordo com a reportagem, a personagem Alice come muitas guloseimas e engorda. Ao se olhar no espelho, ela não se reconhece e o espelho pede que ela "não se assuste" com a imagem refletida.

Notícias ao Minuto

+ Viúva de Marielle e Freixo se reúnem com chefe da Polícia Civil no Rio

Quando Alice tenta fugir, ela se questiona se vai conseguir passar pela porta por estar gorda.

Notícias ao Minuto

Os pais afirmam que a cartilha impõe medo da alimentação, distorção de imagem e reforça preconceitos, associando pessoas acima do peso com lentidão e ronco.

A editora que produz o material descreve o produto em seu site como "uma divertida história em quadrinhos que vai possibilitar às crianças uma viagem pelo mundo da fantasia e conhecer hábitos alimentares prejudiciais à saúde".

Notícias ao Minuto

O outro lado

Quando questionado pelo G1, o dono da editora, Alexandre Carlos, disse que a obra foi mal interpretada, pois tenta mostrar a crueldade que é a obesidade infantil, utilizando-se do "imaginário da criança".

Em nota, a Secretaria de Educação e Cidadania de São José dos Campos alega que a cartilha foi feita pela gestão passada e distribuída por uma professora. "A Secretaria reconhece e agradece as observações feitas pelos pais e informa que já determinou que todos os materiais sejam recolhidos", explicou.

A gestão anterior, de Carlinhos Almeida, negou. "A cartilha 'A Fantástica Magia dos Alimentos', não foi e nunca seria adquirida pelo governo Carlinhos Almeida por não atender a política pedagógica defendida pelo PT", diz nota.

Segundo o Portal da Transparência da Prefeitura da cidade, 10 mil unidades do material, ao custo de R$ 18.900 e sem licitação, foram adquiridas pela gestão atual, de Felício Ramuth, em novembro de 2017.

O Portal também apontou que a gestão anterior comprou materiais sobre obesidade infantil da mesma editora, mas, segundo os responsáveis, a distribuição do material não foi feita.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório