Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Carnaval documentado na Cinemateca Brasileira

Entre os títulos mais antigos, está "O que foi o carnaval de 1920!", curta-metragem da Carioca Film

Carnaval documentado na Cinemateca Brasileira
Notícias ao Minuto Brasil

22:17 - 25/02/17 por Notícias Ao Minuto

Cultura Audiovisual

Das marchinhas aos trios elétricos. O que não faltam são documentos – filmes, fotografias, reportagens e cartazes – que testemunham uma das maiores festas populares do Brasil: o carnaval. Alguns deles podem ser encontrados na Cinemateca Brasileira, entidade vinculada ao Ministério da Cultura, em São Paulo (SP).  

A instituição é responsável pelo registro e pela guarda da produção intelectual cinematográfica e audiovisual nacional. A coordenadora do Centro de Documentação e Pesquisa da Cinemateca, Gabriela Sousa de Queiroz, explica que a base de dados Filmografia Brasileira, que referencia a produção cinematográfica brasileira, aponta pelo menos 700 títulos de filmes no qual o carnaval aparece como assunto.

"Há diversos filmes ou registros audiovisuais sobre a temática, de diferentes épocas e localidades do País", informa.  Em 2016, o Laboratório de Imagem e Som da Cinemateca Brasileira, sob a supervisão do setor de Preservação, confeccionou, por exemplo, uma nova cópia 35mm do filme "Quando o Carnaval chegar" (1972), de Cacá Diegues, para a abertura da Mostra Clássicos e Raros no Nosso Cinema, que ocorreu em novembro de 2016 e teve 1.468 espectadores.

O filme é uma comédia musical que conta com a atuação de Chico Buarque, Maria Bethânia e Nara Leão, entre outros. A Cinemateca também guarda um figurino utilizado no filme "Orfeu do Carnaval", uma coprodução entre Brasil, França e Itália de 1958, dirigida por Marcel Camus. No entanto, por questões técnicas de conservação, este figurino não está disponível para consulta pública. 

Entre os títulos mais antigos, está "O que foi o carnaval de 1920!", curta-metragem de 1920 produzido pela Carioca Film. No filme, é possível ver diferentes aspectos do carnaval do Rio de Janeiro daquela época: o corso na Avenida Rio Branco; Baile à Fantasia no Hotel de Santa Rita; o Baile Infantil do Teatro República; e o desfile de carros alegóricos das sociedades carnavalescas dos Fenianos e dos Democráticos. 

No banco de conteúdos digitais, Interessados também podem ver reportagens da TV Tupi da década de 1960, imagens de filmes, como as de "Bom mesmo é Carnaval" (1962); cartazes antigos relacionados ao festejo ou filmes do período do cinema mudo, como o carnaval de 1926 em "Ouro Fino" ou aspectos do carnaval de Ouro Preto.  

Rico acervo 

Além dos títulos relacionados ao carnaval, o acervo da Cinemateca Brasileira é composto por mais de 240 mil rolos de filmes referentes à cerca de 40 mil títulos, além de mídias em vídeo digital e analógico.

A Cinemateca reúne ainda, em seu Centro de Documentação e Pesquisa, mais de um milhão de itens documentais entre livros, revistas, fotografias, cartazes, roteiros, documentos de arquivos pessoais e institucionais. Para a coordenadora Gabriela Sousa de Queiroz, as instituições de memória são de fundamental importância para o Brasil.

"O compromisso da Cinemateca Brasileira estrutura-se em dois eixos principais: a preservação e a difusão do audiovisual nacional", explica. "Preservar as imagens de um país contribui para o fortalecimento da identidade nacional, e por esta razão estão preservados na Cinemateca filmes de diferentes gêneros e épocas de forma a valorizar a pluralidade da cultura brasileira", completa.  Interessados podem consultar os bancos de dados on-line e verificar com a Biblioteca a possibilidade de consulta.

Todo o atendimento é gratuito. Vale ressaltar que a Cinemateca não fornece cópias de filmes para uso pessoal. Os pedidos de consultas podem ser feitos na página do Fale Conosco no site da instituição. Há também o Banco de Conteúdos Culturais (BCC), acervo digital no qual há interessantes registros audiovisuais sobre o tema e que podem ser vistos de qualquer localidade. 

Leia também: 'Toni Erdmann' desbanca "Aquarius" no 'Oscar indie'

Campo obrigatório