Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2017
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 11º

Edição

Seu Jorge é acusado de roubar quatro dos hits que gravou

Processo é movido por músico brasiliense na 5.ª Vara Cível do Fórum da Capital, no Rio de Janeiro

Seu Jorge é acusado de roubar 
quatro dos hits que gravou
Notícias ao Minuto Brasil

07:10 - 20/06/17 por Notícias Ao Minuto

Cultura Justiça

"Carolina", "Tive Razão", "Chega no Swing" e "Gafieira S.A.", músicas que alçaram Seu Jorge à fama nacional, estão no centro de uma polêmica judicial. Músico de Brasília, no Distrito Federal, Rodrigo Freitas acusa o cantor e compositor de ter assumido indevidamente a autoria das músicas. A denúncia circula, há um mês, na 5.ª Vara Cível do Fórum da Capital, no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao Estadão, o músico brasiliense, conhecido como Kiko, afirma que não apenas as quatro faixas acima, mas outras duas, "She Will" e "Não Tem", foram compostas por ele, em parceria com Ricardo Garcia, também de Brasília. “Isso parece um filme de terror”, disse Kiko ao jornal. Conforme o artista, as duas músicas não foram gravadas, mas foram registradas por Seu Jorge.

+ Vídeo revela novas imagens de 'Game of Thrones'

A história que Kiko e Ricardo contam é que, em 1999, convidaram Seu Jorge para participar de um álbum, chamado "Gafieira S.A.". “Ele ficou por ali uma semana, mas o projeto não terminou e deu uma estacionada”, detalha Kiko. Cerca de quatro meses depois, Seu Jorge voltou à Brasília e pediu para levar uma cópia com as músicas gravadas ao Rio. Em 2002, Kiko disse ter ouvido Paula Fernandes cantando "Tive Razão" na TV.

Advogada de Kiko Freitas, Deborah Sztajnberg, afirma que o processo só começou agora pois o músico "não fornecia endereços corretos à Justiça". “Quando sentamos diante da juíza, a primeira coisa que pedi foi que ele informasse o endereço no Brasil. Ele fugiu por oito anos. A juíza fez então com que ele apresentasse seu endereço no ato. Foi constrangedor.”

Procurado, Seu Jorge enviou uma nota: “O caso está sendo julgado pelo Poder Judiciário, como o de tantos outros artistas de todas as vertentes, e estamos confiantes de que a justiça será feita. Temos o prazer de trazer ao seu conhecimento e ao público do veículo de comunicação para o qual você trabalha que Seu Jorge acaba de lançar mais um novo trabalho de sucesso chamado "Músicas para Churrasco Vol. II", que gostaríamos de enviar para a sua redação aos seus cuidados. Cordialmente, Seu Jorge e Equipe”.

Advogado do músico, Paulo Cesar Pinheiro Filho não se pronunciou. Ex-empresária de Seu Jorge, Danusa Carvalho confirmou, no entanto, que o artista foi à Brasília produzir o álbum, mas que ele não teria recebido o cachê combinado.

Sobre a autoria das músicas, Danusa diz não saber. “Eu não estava lá. Sempre achei que elas tinham a linguagem do Farofa Carioca. Não posso dizer se são ou não do Seu Jorge, mas acho que ele tem agora que ser homem e resolver essa questão, que já leva tanto tempo. Há uma falta de caráter forte, de um lado ou de outro.” O caso será julgado pela juíza Monica Quinderê.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório