Meteorologia

  • 20 MARçO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Fórmula Indy terá proteção no cockpit inspirada em aviões do tipo caça

A estrutura de cerca de sete centímetros de altura terá a primeira aparição em 24 de abril, data de início dos testes em Indianápolis

Fórmula Indy terá proteção no cockpit inspirada em aviões do tipo caça
Notícias ao Minuto Brasil

12:08 - 20/02/19 por Estadao Conteudo

Esporte Automobilismo

A Fórmula Indy terá nesta temporada um novo dispositivo de segurança. A chamada proteção frontal avançada consiste em uma peça de titânio a ser instalada no cockpit para evitar que a cabeça do piloto seja atingida por detritos da pista. A estrutura de cerca de sete centímetros de altura terá a primeira aparição em 24 de abril, data de início dos testes em Indianápolis.

A proteção, que é uma espécie de para-brisa, começou a ser avaliada em 2012, mas os testes se intensificaram a partir do ano passado. A aposta da Indy é encontrar uma alternativa ao halo, que é usado na Fórmula 1, mas que não pode ser aplicado na categoria americana por limitações da estrutura do chassi.

Veja também: Corinthians aposta nos passes de Sornoza para avançar na Copa do Brasil

Para desenvolver a proteção avançada, os projetistas se inspiraram nos aviões caça. Essas aeronaves têm uma estrutura semelhante e resistente tanto a grandes impactos quanto à pressão do ar em grandes velocidades. "A busca pela segurança é algo que nunca termina, e esse é o mais recente passo dado pela Indy na evolução. Há mais detalhes sobre as fases a seguir", afirmou o presidente da categoria, Jay Frye.

No ano passado, em um dos testes da nova peça, o neozelandês Scott Dixon elogiou a proteção, porém criticou na ocasião o efeito da proteção para a pilotagem. "O mais estranho é o quanto calmo fica no carro. Você não sente trancos, o carro parece muito suave. Parece que você está em um carro de luxo. Mas precisamos de algo que refresque, porque você não tem fluxo de ar pelo carro", explicou.

A última morte de um piloto na Indy foi causada justamente pela presença de detritos na pista. O inglês Justin Wilson foi atingido na cabeça por destroços de outros carros e morreu em agosto de 2015 durante a etapa de Pocono. Desde então, a categoria intensificou a discussão sobre como proteger o cockpit para evitar novas tragédias. Com informações do Estadão Conteúdo.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório