Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'O homem João de Deus é perigoso', conclui Polícia de Goiás

Força-tarefa do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) deve entregar a primeira denúncia contra o médium até domingo (30)

'O homem João de Deus é perigoso', conclui Polícia de Goiás
Notícias ao Minuto Brasil

10:47 - 26/12/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça Abuso sexual

A Polícia Civil de Goiás avaliou João de Deus como uma pessoa perigosa. O médium é suspeito de abusar sexualmente de mulheres que o procuravam para tratamento espiritual em Abadiânia. Ele está preso desde o último dia 16 no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. O líder religioso nega as acusações.

“O homem João de Deus é perigoso. Essa é a conclusão da Polícia Civil do estado de Goiás”, disse o delegado Valdemir Branco, que faz parte da força-tarefa criada para apurar as denúncias de assédio.

"Várias vítimas relataram situações de grande gravidade, foram violentadas sexualmente. Nós temos caso aqui que a mãe foi abusada sexualmente, anos depois a filha também foi abusada sexualmente. Então o homem João de Deus, na verdade, é um criminoso", completou.

A força-tarefa do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que apura denúncias contra João de Deus ignorou o recesso de natal, nesta terça-feira (25), para atender as mulheres que relatam terem sido abusadas pelo médium.

João de Deus contrata advogado que defende investigados na Lava Jato

"As vítimas nos procuram angustiadas para falar o quanto antes. Não querem mais conviver com algo velado pelo medo. A gente se sente na obrigação de acolhê-las", afirmou a promotora Gabriella Clementino.

O órgão está focado em acolher essas vítimas e tem até o próximo domingo (30) para protocolar a primeira denúncia contra João de Deus.

Leia também: Homem sobre marido esfaqueado e morto na Paulista: 'Era tudo para mim'

+ Ataque a tiros e confrontos com polícia deixam 6 mortos em SP no Natal

Campo obrigatório