Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Henrique Fogaça e Jamie Oliver abrem restaurante em Curitiba

Além das novidades, as casas que já estão com as portas abertas oferecem boas opções de baixa e alta gastronomia

Henrique Fogaça e Jamie Oliver abrem restaurante em Curitiba
Notícias ao Minuto Brasil

09:30 - 17/08/18 por Folhapress

Lifestyle Chefs-celebridade

A cena gastronômica de Curitiba está mais diversa. A cidade tem atraído cozinheiros de todo o país e do exterior. Em abril, o chef celebridade Henrique Fogaça abriu uma filial da hamburgueria Cão Véio no bairro Água Verde. Outras filiais devem chegar à cidade, como um restaurante do chef inglês Jamie Oliver, além do bistrô Paris 6, da capital paulista.

Além das novidades, as casas que já estão com as portas abertas oferecem boas opções de baixa e alta gastronomia.  Considerado por muitos como um dos melhores restaurantes do país, o Manu, da chef Manu Buffara, propõe uma cozinha autoral com menus de até dez tempos e harmonização com vinhos (R$ 220). O cordeiro com polenta e salsinha é destaque.

Vai para a Europa? Confira dicas para enfrentar a onda de calor

Já o restaurante Nomade, dentro do Hotel Nomaa, aposta em pratos elaborados com ingredientes regionais e apresentação impecável. Preparada pelo chef Lênin Palhano, a costelinha de porco no mel de abelha jataí e pupunha (R$ 79) e o canelone de ricota da Lapa com espinafre orgânico, gema caipira e cogumelos na brasa (R$ 68) são dois exemplos.

Com culinária igualmente bem executada, mas com o bônus da melhor vista panorâmica de Curitiba, o Terrazza 40 é um bom lugar para jantar a dois. A bruschetta de salmão defumado (R$ 24) é uma boa entrada para o soffioti al gamberi (R$ 68,40). Inspirada nos pontos de ônibus da cidade, a estação tubo (R$ 25,90) é uma sobremesa com bolo de frutas vermelhas e um cilindro de chocolate.

Quem quer fartura pode ir no Madalosso. Aberto em 1963, em Santa Felicidade, o lugar foi crescendo até virar um dos maiores restaurantes do mundo, com 4.645 lugares em 7.671 metros quadrados. Com 55 mil visitantes mensais, que consomem mais de 54 toneladas de frango, a casa consegue manter o ar caseiro de uma cantina do Vêneto. Muito disso se deve à matriarca Flora Madalosso, 77, que comanda a cozinha até hoje. "Já estou servindo a 6ª geração de Curitiba", diz.

Outros clássicos da cidade são o pão com bolinho (R$ 7), pão francês recheado com almôndega, do Box do Eliseu, no Mercado Municipal. Ou então a carne de onça (R$ 14), espécie de tartar de carne, do BarBaran (41-3322-2912), de influência e decoração ucraniana.

Para beber, um drinque tradicional é o submarino do Bar do Alemão, preparado com uma dose de steinhäger imersa na caneca de chope (R$ 18,30). A porção de salsicha escura bockwurst (R$ 26,70) e o marreco recheado (R$ 93, para dois) estão entre os favoritos da clientela.

Se couber mais um ponto de parada no passeio, vá ao Marbô Bakery, que é bem mais do que uma padaria. Instalado numa casa modernista construída em 1953 pelo arquiteto Lolô Cornelsen, o restaurante e galeria funciona o dia todo. O risoto de pupunha com legumes e castanha-do-pará (R$ 34) é quase tão bonito quanto os cobogós do terraço. Com informações da Folhapress.

Campanha do Notícias ao Minuto dá iPhone X de R$ 7.799; participe

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório