Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Lágrimas e flores. Imagens mostram homenagens após ataque em Moscou

A Rússia vive um dia cinzento. Habitantes de Moscou têm prestado homenagem às vítimas do atentado na sala de espetáculos Crocus City Hall.

Lágrimas e flores. Imagens mostram homenagens após ataque em Moscovo - A Rússia vive um dia cinzento. Habitantes de Moscovo têm prestado homenagem às vítimas do atentado na sala de espetáculos Crocus City Hall.

Notícias ao Minuto Brasil

06:23 - 24/03/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Rússia

Multiplicam-se as homenagens às vítimas do atentado, realizado na sexta-feira (22), numa sala de espetáculos, nos arredores de Moscou.

Este sábado, dia em que a Rússia está de luto, os habitantes começaram a deslocar-se à Crocus City Hall, situada em Krasnogorsk, e têm estado a deixar flores e ursos de pelúcia em memoriais improvisados no exterior do espaço. 

Pode ver as imagens na fotogaleria acima.

Os terroristas abriram fogo contra as vítimas e usaram ainda líquido inflamável para incendiar a sala. Mais de uma centena de pessoas morreu e várias dezenas ficaram feridas no atentado, que foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI). 

O EI, que já atacou a Rússia em várias ocasiões, afirmou na plataforma de mensagens Telegram que os combatentes do grupo "atacaram uma grande concentração (...) nos arredores da capital russa".

Jornalistas da uma agência de notícias viram o edifício mergulhado em chamas, nuvens de fumaça negra saindo do telhado e uma enorme presença policial e dos serviços de emergência.

As chamas espalharam-se pelos quase 13 mil metros quadrados do edifício, antes do fogo ser contido.

Este sábado, o Kremlin anunciou a detenção de 11 pessoas ligadas ao atentado, incluindo quatro atacantes. Os suspeitos, que ofereceram resistência, foram detidos na estrada na região de Briansk, na fronteira com a Ucrânia.

De acordo com os serviços de segurança russos, os terroristas pretendiam atravessar a fronteira com a Ucrânia e tinham contatos com representantes ucranianos.

A presidência da república ucraniana e combatentes russos pró-Ucrânia negaram qualquer envolvimento no ataque na sala de concertos da periferia de Moscou.

Leia Também: Vídeo mostra destruição em sala de espetáculos de Moscou após atentado

Leia Também: Estado Islâmico assume atentado que matou 133 em Moscou

Leia Também: Putin deseja "rápida recuperação" a vítimas do ataque em Moscou

Leia Também: Ucrânia "nada tem a ver" com tiroteio em Moscou

Leia Também: Kremlin anuncia detenção de 11 pessoas ligadas a atentado em Moscou

Campo obrigatório