Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Papa Francisco faz novo apelo contra mortes no Mediterrâneo

Número de fatalidades na região atingiu maior índice em 18 meses

Papa Francisco faz novo apelo contra mortes no Mediterrâneo
Notícias ao Minuto Brasil

11:19 - 22/07/18 por ANSA

Mundo Imigrantes

O papa Francisco fez neste domingo (22) um novo apelo para a comunidade internacional agir contra as recorrentes mortes de refugiados e migrantes forçados no Mediterrâneo, que atingiram em junho o número mensal mais alto desde novembro de 2016.

"Caros irmãos e irmãs, chegaram nas últimas semanas dramáticas notícias de náufragos de barcos carregados de migrantes nas águas do Mediterrâneo. Exprimo minha dor frente a tais tragédias e asseguro para os desaparecidos e suas famílias minha lembrança e minha oração", declarou.

+ 'Apoiar Ortega é como apoiar Stálin', diz ex-guerrilheira na Nicarágua

Em seguida, Francisco se dirigiu à comunidade internacional, a quem pediu que aja com "decisão e prontidão" para evitar que "tais tragédias se repitam e para garantir a segurança, o respeito dos direitos e a dignidade de todos".

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), 629 pessoas morreram ou desapareceram no Mediterrâneo em junho passado, o maior número desde novembro de 2016, quando foram registradas 718 fatalidades.

Ainda assim, no acumulado do ano a quantidade de mortes no Mediterrâneo tem queda de 37,4% em relação ao mesmo período de 2017 (1.490 contra 2.382). Em 2018, 74,3% das mortes e desaparecimentos na região aconteceram no Mediterrâneo Central, entre as costas de Líbia e Tunísia e da Itália. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório