Meteorologia

  • 25 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Um terço dos pré-candidatos ao Planalto desiste em semestre pré-eleição

Expectativa é de que mais nomes além de Luciano Huck e Joaquim Barbosa anunciem desistência do pleito

Um terço dos pré-candidatos ao Planalto desiste em semestre pré-eleição
Notícias ao Minuto Brasil

17:25 - 15/05/18 por Notícias Ao Minuto

Política levantamento

Um levantamento publicado nesta terça-feira (15) pelo jornal Folha de S. Paulo indica que a desistência de nomes que apareciam com votação expressiva em pesquisas eleitorais, como o apresentador Luciano Huck e o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa, são comuns em anos de eleição.

A pesquisa indica que cerca de um em cada três candidatos desiste do pleito nos seis meses anteriores à votação. Os motivos para tal decisão vão desde falta de apoio político a problemas pessoais.

+ Em balanço de 2 anos, Temer apresenta dados parciais e ignora denúncia

De acordo com a reportagem, a expectativa é de que mais integrantes do grupo de 18 pré-candidatos desistam da corrida ao Palácio do Planalto. Entre os mais prováveis desistentes, estão o presidente Michel Temer (MDB), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e o empresário Guilherme Afif Domingos (PSD). Em comum, os três têm baixos níveis de popularidade nas pesquisas de opinião.

Outro possível desistente é o ex-ministro Henrique Meirelles, que vem investindo do próprio bolso para se viabilizar como candidato.

Na série história analisada pelo jornal, 2002 foi o ano desde a redemocratização que mais registrou desistências: metade dos pré-candidatos desistiram da disputa antes do pleito; por outro lado, em 1998 apenas Levy Fidelix, do PRTB, não participou da eleição após ser cotado ao cargo.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório