Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Witzel tem 61% das intenções de votos válidos no RJ; Paes, 39%

Entre todos os entrevistados, 11% declararam votar branco ou nulo e 6% afirmaram não saber em quem votar

Witzel tem 61% das intenções de votos válidos no RJ; Paes, 39%
Notícias ao Minuto Brasil

20:14 - 18/10/18 por Folhapress

Política DATAFOLHA

O ex-juiz Wilson Witzel (PSC) aparece com 61% das intenções de votos válidos para o governo do Rio de Janeiro, com larga vantagem sobre o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), que tem 39%. É o que mostra pesquisa divulgada nesta quinta-feira (18) pelo Datafolha.

Entre todos os entrevistados, 11% declararam votar branco ou nulo e 6% afirmaram não saber em quem votar. Optaram por Witzel 50% dos entrevistados e por Paes, 33%. Os votos válidos são calculados desconsiderando votos nulos, brancos e indecisos.

O levantamento indica que o candidato do PSC colhe frutos da associação que buscou na reta final do primeiro turno com o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL): 70% dos eleitores do capitão reformado escolhe o ex-juiz no Rio de Janeiro, enquanto Paes atrai apenas 18% desse grupo.

O deputado do PSL tem 56% das intenções de votos totais no estado, Fernando Haddad (PT), 26%, e outros 18% declaram voto nulo, branco ou indecisão. Entre os eleitores do petista, a maioria (63%) opta por Paes, enquanto 21% escolhem o ex-juiz.

O resultado do levantamento explica a estratégia do candidato do DEM neste segundo turno. Ele tem tentado desvincular o ex-juiz de Bolsonaro e mostrar maior proximidade política com o capitão reformado.

Essa estratégia, contudo, tem fechado portas junto a políticos do PSOL que pretendiam declarar publicamente o voto em Paes, apesar da oposição histórica às suas gestões. Psolistas cobram do candidato do DEM uma crítica mais clara a bandeiras consideradas autoritárias de Jair Bolsonaro, como a crítica a ativistas sociais. O ex-prefeito tem evitado o tema.

Entre os eleitores dos adversários derrotados no primeiro turno, aqueles que escolheram Tarcísio Motta (PSOL) demonstram preferência pelo ex-prefeito (64% a 15%). Já os que votaram em Romário tendem a Witzel (55% a 28%).

Esta é a primeira pesquisa Datafolha desde o primeiro turno no estado. Witzel deu uma arrancada nos últimos dias de campanha e fechou as urnas em 7 de outubro com 41,28% dos votos válidos, a frente de Paes, com 19,56%. Membros de sua campanha atribuem a subida repentina às agendas ao lado do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) nas duas últimas semanas de campanha, além da integração com a campanha do então candidato do PSL no mesmo período.

A pesquisa mostra que quase um quarto (23%) dos eleitores escolheu seu candidato a governador no fim de semana da eleição. Outros 16% afirmam ter definido seu nome uma semana antes, enquanto outros 14%, 15 dias antes do pleito. Outros 47% declararam que já tinham seu candidato pelo menos um mês antes da votação.

O Datafolha entrevistou 1.486 eleitores entre quarta-feira (17) e quinta. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do estado com o número RJ-05090/2018. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório