Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Funcionário da Apple é acusado de roubar fotografia íntima de iPhone

A Apple fez questão de garantir que o funcionário em questão “não está mais associado à empresa”

Funcionário da Apple é acusado de roubar fotografia íntima de iPhone
Notícias ao Minuto Brasil

07:30 - 18/11/19 por Notícias Ao Minuto

Tech Apple

A Apple tomou a decisão de demitir um colaborador de uma da suas lojas na California, EUA, depois de ter surgido uma queixa de uma cliente, de nome Gloria Fuentes.

Fuentes compartilhou em sua página de Facebook a história de como foi a uma loja da Apple para arrumar o seu iPhone, no qual estavam armazenadas algumas das suas fotografias íntimas. Fuentes afirma que um dos colaboradores da loja usou o iPhone para enviar uma destas fotografias para o seu smartphone

“Ele me pediu o código [de acesso ao iPhone] duas vezes e na ocasião não pensei nada sobre isso. Acontece que tive de ir à minha operadora para arrumar a tela e acabei saindo. Fui até minha casa, ligo o celular e assim que estou prestes a enviar uma mensgaem a uma pessoa percebi que havia uma mensagem enviada para um número desconhecido!!!!!! Abri e quis chorar instantaneamente!!!”, pode ler-se na publicação de Fuentes.

“Não consegui expressar quão enojada fiquei e quanto chorei depois de ver isto”, acrescenta ainda mulher.

A Apple não demorou para comentar a esta história, comunicando ao Washington Post ter despedido o colaborador em questão. “A Apple lançou de imediato uma investigação interna e determinado que o colaborador foi muito longe do que mandam as diretrizes de privacidade que impomos a todos os colaboradores da Apple. Não está mais associado à nossa empresa”, disse em comunicado.

Entretanto, diz o Business Insider que Fuentes planeja abrir um processo legal contra o ex-colaborador da Apple responsável pelo roubo da fotografia íntima.

Campo obrigatório