Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Policial que agrediu dono de loja de tapete em São Paulo é preso

Caso envolvendo comerciante iriniano foi divulado pelo ‘Fantástico’

Policial que agrediu dono de loja de tapete em São Paulo é preso
Notícias ao Minuto Brasil

07:06 - 15/04/16 por Notícias Ao Minuto

Justiça Preventiva

A Justiça de São Paulo decretou a prisão preventiva do policial civil José Camilo Leonel, que no fim de janeiro cometeu uma série de crimes contra o iraniano Navid Saysan dentro da loja de tapetes dele, em São Paulo, em caso divulgado pelo programa “Fantástico”, da Rede Globo. O oficial já foi detido e levado ao presídio da Polícia Civil da capital paulista.

Segundo o G1, a juíza Maria Priscilla Ernandes Veira Oliveira, da 4ª Vara Criminal, alegou que a prisão preventiva se dá pelo fato de Leonel ter vasto trânsito entre autoridades e por poder constranger a vítima e eventuais testemunhas.

"Sem dúvida, assim sua conduta é extremamente grave, merecendo pronta e enérgica atuação estatal, até porque, com ela, sendo usados veículo e armamento públicos, seu ato travestido de oficial, o estado foi atingido, e embora ele tenha se aposentado, fato é que como ex-policial civil, ainda mais exercendo suas funções na Corregedoria da instituição, possui vasto trânsito entre os policiais e autoridades, e possui toda a condição de tumultuar ou inviabilizar a instrução processual, com intimidação da vítima ou testemunhas, conduta esta que se coadunaria com aquela da qual é acusado", explicita a decisão.

A estudante Iolanda Delce dos Santos, que acionou o policial após não conseguir reaver o dinheiro de um tapete comprado na loja do iraniano, também foi denunciada, mas não presa.

O policial civil responderá, entre outros crimes, por tortura, ameaça e constrangimento ilegal. Não há prazo para a conclusão do procedimento.

Campo obrigatório