Justiça decreta prisão preventiva de 54 pessoas envolvidas em facção

Todos ficarão presos até a data do julgamento. Trinta e nove advogados já foram capturados, na semana passada, pela Operação Ethos

© DR
Justiça São Paulo Há 16 Horas POR Notícias Ao Minuto

Cinquenta e quatro pessoas envolvidas com facção criminosa que atua dentro e fora de presídios tiveram prisão preventiva decretada, na última quinta-feira (1), pela Justiça. Todos ficarão presos até a data do julgamento. Trinta e nove advogados já foram capturados, na semana passada, pela Operação Ethos.

PUB

Segundo o G1, o relatório, que foi entregue nessa quinta-feira à Justiça em Presidente Venceslau, São Paulo, tem 1.169 páginas e detalha informações sobre como funcionava a chamada "sintonia dos gravatas" - o braço jurídico do Primeiro Comando da Capital (PCC). De acordo com a polícias, os criminosos agiam como “pombos-correios” e trocavam informações entre os bandidos que estão dentro e os que estão fora de presídios.

A investigação acredita que um dos suspeitos, o vice-presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Luiz Carlos dos Santos, tinha a função de de divulgar falsas denúncias contra a polícia e usar o nome do Condepe para a "construção fraudulenta de um pedido de instauração de processo contra o estado brasileiro perante organismo internacionais".

LEIA TAMBÉM: Bandidos rendem casal com bebê de um mês e roubam carro no RJ

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X