PCC e CV querem virar cartéis internacionais e Temer já sabe

Presidente já recebeu informações sobre o risco, de acordo com o colunista Tales Farias

© Reuters
Justiça CRIME 08:07 - 11/01/17 POR Notícias Ao Minuto

O Comando Vermelho (CV) e o Primeiro Comando da Capital (PCC), que promoveram um banho de sangue em presídios de Manaus e Boa Vista, estão trabalhando para se estabelecerem como cartéis de drogas no mercado internacional. A informação é do colunista Tales Farias, do site Poder360.

PUB

O colunista diz ainda que o presidente Michel Temer já foi informado sobre o risco, mas que os órgãos de informação do Planalto não comentam o caso. Vale ressaltar que as duas facções, que surgiram no Rio de Janeiro e em São Paulo, já se nacionalizaram, o que seria o primeiro passo para o avanço mundial.

O objetivo dos criminosos se sustenta no fato de o Brasil ser uma das rotas internacionais de distribuição de drogas mais importantes do planeta. Agora o desafio é brigar contra os mercados vizinhos.

Farias destaca também que as fronteiras podem ficar incontroláveis caso o avanço do PCC e do CV seja confirmado. O impasse do governo para combater o perigo é econômico. Segundo o colunista, não há recursos suficientes.

Leia também: Comando Vermelho deu ‘golpe empresarial’ no PCC, diz promotor

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X