Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Ciclista teria se passado pela amante no Facebook após assassiná-la

Suspeito também deixou uma declaração de amor da parede do quarto de hotel, onde vítima foi assassinada

Ciclista teria se passado pela amante no Facebook após assassiná-la
Notícias ao Minuto Brasil

09:29 - 20/06/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça Goiânia

O ciclista que morreu atropelado na BR-153 neste domingo (17) é o principal suspeito da morte de sua amante, Geane Silva de Oliveira, de 32 anos. A delegada Magda D’Ávila, que investiga o caso, acredita que Marcos Lima dos Santos, de 38 anos, se passou pela mulher em mensagens de celular após assassiná-la em um quarto de hotel em Goiânia.

Imagens de câmeras de segurança da região mostram o momento em que os amantes estão a caminho do hotel no sábado (16). O ciclista morreu no dia seguinte, uma hora após deixar o estabelecimento. De acordo com o G1, o corpo de Geane foi encontrado por funcionários do hotel no mesmo dia.

+ Idoso de 70 anos é preso suspeito de estuprar quatro netas na Bahia

"Ele postou foto dos dois no Facebook dela, ficou conversando com o marido dela, se passando por ela, pediu desculpas como se fosse ela quando o marido disse que a filha estava chorando. Nas mensagens [o autor respondeu a algumas perguntas pontuais, mas] não contou do relacionamento extraconjugal", disse.

A polícia acredita que o assassinato tenha ocorrido no sábado. Em depoimento informal, o dono do hotel disse que foi levar comida até o quarto no sábado. Chegando lá, viu pela fresta da porta que Geane estava deitada, coberta por um lençol, na mesma posição em que o corpo foi encontrado no domingo.

Ainda de acordo com a reportagem, Marcos escreveu uma declaração de amor para vítima na parede do quarto de hotel. "Foi um ano. Amante fiel. Amor te amo", diz a mensagem.

Notícias ao Minuto

O suspeito também deixou uma carta no local do crime, destinada a uma mulher chamada Sônia, que ainda não foi identificada. "Desculpas, Sônia, por tudo que eu fiz, mas nós estávamos em relacionamento já tinha um ano e estava muito complicado. Nós dois tivemos um desentendimento, uma briga muito feia e acabou nisso, me perdoe", escreveu o ciclista.

Magda afirma que não tem dúvida que o caso se trata de feminicídio: "Ela mantinha um relacionamento há um ano com ele, extraconjugal, e outros fatos que confirmam são a carta e o recado na parede. Certamente, ela tentou terminar o relacionamento com ele no hotel, e ele não aceitou", disse a delegada ao G1.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório