Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Tenho sorte de estar vivo', diz testemunha de tiroteio em Campinas

A assistente-administrativa Luciana de Oliveira, 36, disse ter ouvido um grande número de disparos

'Tenho sorte de estar vivo', diz testemunha de tiroteio em Campinas
Notícias ao Minuto Brasil

15:55 - 11/12/18 por Folhapress

Justiça Relato

Testemunhas que estavam no início da tarde desta terça-feira (11) na Catedral Metropolitana de Campinas no momento do ataque dizem que o atirador fez os disparos na parte final da celebração.

"Entrei na igreja, a missa já havia terminado. Alguns minutos depois o atirador entrou e se posicionou na frente de um casal e atirou", conta o aposentado Pedro Rodrigues, 66. "Eu saí correndo, não houve gritaria, apenas correria. E ele continuou atirando. Eu tenho muita sorte de estar vivo."

+'As pessoas estavam rezando', diz guarda de Campinas

A assistente-administrativa Luciana de Oliveira, 36, disse ter ouvido um grande número de disparos, quando passava perto do templo. "Ouvimos muitos tiros e as pessoas gritando, chorando. Vimos o homem baleado no peito saindo de maca. Foi horrível".

Ao menos quatro pessoas foram mortas a tiros na catedral, segundo o Corpo de Bombeiros. A principal suspeita é de que um grupo de pessoas foi atacado por um homem, de cerca de 30 anos, que entrou na igreja e atirou contra os fiéis.

Segundo a PM, o suspeito se matou após o ataque -ele portava uma pistola 9 mm e mais um revólver. A motivação do ataque a tiros é desconhecida, informou a Polícia Militar à reportagem.

Notícias ao Minuto

SOBREVIVENTES

Outras quatro pessoas foram atingidas pelos disparos e sobreviveram. Elas foram socorridas pelos bombeiros e pelos médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levadas para os hospitais Mário Gatti, HC de Campinas e o Beneficência Portuguesa.

Os bombeiros informaram que os sobreviventes vão passar por cirurgia para a retirada dos projéteis que atingiram partes vitais.

A Catedral de Nossa Senhora da Conceição, localizada no centro da cidade, está cercada por agentes das forças de segurança.

Por meio de nota, a arquidiocese de Campinas informou que a catedral está fechada para o atendimento às vítimas e para realizar as investigações da polícia. "Contamos com as orações de todos neste momento de profunda dor", segundo trecho do comunicado.

Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório