Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Polícia faz operação de busca e apreensão em casa de João de Deus

Cerca de 16 policiais chegaram ao "hospital espiritual" Dom Inácio de Loyola por volta das 14h30

 Polícia faz operação de busca e apreensão em casa de João de Deus
Notícias ao Minuto Brasil

15:18 - 18/12/18 por Folhapress

Justiça Cerco

Policiais realizam nesta terça-feira (18) buscas na Casa Dom Inácio de Loyola, espécie de hospital espiritual criado pelo médium João Teixeira de Faria em Abadiânia, no interior de Goiás.

Cerca de 16 policiais chegaram ao local por volta das 14h30 e anunciaram a busca a funcionários da instituição.

As buscas visam apreender mídias, como celulares e computadores, e outros eventuais materiais que comprovem a prática de crimes sob investigação.

O objetivo também é identificar funcionários que possam testemunhar nos inquéritos e conhecer o local onde, segundo as vítimas, ocorriam os abusos.

A chegada deixou funcionários apreensivos. Nesta terça, o hospital não possui atividades agendadas.

Saiba mais sobre o caso:

Conheça o perfil das mulheres que denunciaram João de Deus por abuso

Entenda o caso João de Deus e saiba quais os possíveis desdobramentos

Depoimento de João de Deus tem gritos, fio queimado e agente ferido

O médium é acusado de abusar sexualmente de mulheres que procuravam atendimento na casa dom Inácio. Os casos começaram a se tornar públicos no sábado (8), após 13 supostas vítimas relatarem violações à TV Globo e ao jornal O Globo.

Na segunda (10), Aline Sales, 29, contou à reportagem que esteve na casa dom Inácio em 2012, foi levada para um banheiro, posta de costas e que João de Deus colocou a mão dela em seu pênis.

Desde então, a força-tarefa montada pelo Ministério Público de Goiás recebeu 506 relatos de supostos abusos cometidos pelo médium. A maioria chegou por email e as denunciantes estão sendo chamadas a prestar depoimentos.

Na última sexta (14), a Justiça decretou a prisão preventiva do médium. Ele ficou escondido num sítio na zona rural de Abadiânia até se entregar na tarde de domingo (16) e ser levado para a prisão em Aparecida de Goiânia.

O momento da apresentação foi registrado com exclusividade pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório