Veja como evitar o temido corte químico e salvar os fios danificados

Hairstylist explica como evitar danos em cabelos quimicamente tratados

© iStock
Lifestyle MADEIXAS 19:14 - 18/10/16 POR Notícias Ao Minuto

O corte químico é uma desestruturação da fibra capilar, que ocorre quando os fios são submetidos a tratamentos e ficam muito danificados ou quando existe incompatibilidade dos produtos aplicados. Por vezes, o corte químico acontece no enxágue do procedimento, quando os fios se partem e caem, deixando muitas mulheres enlouquecidas.

PUB

O hairstylist e embaixador da iCabelos, Gil Prando, alerta que quando acontece o corte químico, o fio rompe e imediatamente começa a quebrar próximo à raiz ou desgastar principalmente nas pontas. Para evitar que isso ocorra, Gil indica que a mulher tenha uma conversa com seu cabeleireiro antes de qualquer procedimento químico, para saber se os produtos que serão aplicados não trarão nenhum risco aos fios.

“Além de conversar com um profissional, é importante que antes de fazer coloração ou alisamentos, seu cabelo seja submetido ao tratamento de hidratação de acordo com a necessidade dos fios, assim eles ficam mais fortes e tem maior condição de receber a química”, indica o hairtylist.

Como recuperar os fios dos danos

É importante que a hidratação faça parte da rotina de quem está sempre aplicando químicas no cabelo. “O indicado é que os fios passem por hidratações semanalmente em casa e, pelo menos uma vez por mês, no salão. Dessa forma, a fibra capilar se fortifica”, complementa Prando.

Para quem passou por um corte químico, o hairstylist recomenda que o primeiro passo é conversar com o profissional para avaliar o dano, caso necessário recorra à tesoura, e comece um tratamento para recuperar este novo fio que vai crescer novamente. A boa notícia é que quando a raiz está saudável um novo cabelo crescerá fortificado.

Outra indicação do especialista é a hidratação com queratina e aminoácidos, pois eles ajudam na recuperação da estrutura capilar. “O indicado é usar uma vez por semana, até o cabelo recuperar a elasticidade”, complementa.

O embaixador da iCabelos ainda ressalta: “a única maneira de garantir que o corte químico não ocorra é hidratando sempre os fios e conhecendo bem os produtos, além de respeitar o tempo indicado entre um procedimento e outro. Dessa maneira, as chances de isso acontecer são mínimas”.

Leia também: 5 erros comuns na hora de fazer depilação e que prejudicam muito a pele

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X