Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

EUA e Forças Democráticas ajudaram jihadistas a saírem da Síria

Informação oficial é que centenas de combatentes, e familiares deles, foram escoltados para evitar maior derramamento de sangue

EUA e Forças Democráticas ajudaram jihadistas a saírem da Síria
Notícias ao Minuto Brasil

20:54 - 14/11/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo acordo

Centenas de suspeitos de integrar o grupo terrorista Estado Islâmico, bem como milhares de familiares deles, foram autorizados a deixar a cidade de Raqqa em comboios organizados por forças apoiadas pelos Estados Unidos, dias antes da tomada da cidade pelas forças da coalizão, disse o porta-voz da Operação Inherent Resolve, Coronel Ryan Dillon, nesta terça-feira (14). 

+ TV flagra 'leilão' de africanos como escravos na Líbia

O Coronel Ryan Dillon confirmou, à BBC, que 250 combatentes do Estado Islâmico e milhares de membros das famílias deles, foram escoltados em uma série de comboios - com armas e outros suprimentos. As Forças Democráticas da Síria (FDS) prestaram apoio à operação, na tentativa de reduzir o derramamento de sangue nos últimos dias da batalha por Raqqa.

"No decorrer desse procedimento, quatro combatentes estrangeiros foram identificados e detidos pelas Forças Democráticas da Síria", disse Dillon. "Do resto dos 3.500 civis que deixaram Raqqa naquela menos de 300 foram identificados como potenciais combatentes do ISIS [Estado Islâmico]". Como parte do acordo, os homens evacuados precisaram passar por um processo de registro, durante o qual foram colhidos seus dados biométricos, disse Dillon. Com informações da Spuntik News Brasil. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório