Meteorologia

  • 20 FEVEREIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Ataque do Talibã mata 126 pessoas em centro militar no Afeganistão

Depois que o dispositivo foi detonado, dois atiradores entraram no campus e abriram fogo contra soldados afegãos antes de serem mortos a tiros

Ataque do Talibã mata 126 pessoas em centro militar no Afeganistão
Notícias ao Minuto Brasil

19:05 - 21/01/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo carro-bomba

Mais de 100 pessoas morreram, nesta segunda-feira (21), após a explosão de um carro-bomba em uma base militar no Afeganistão. Entre as vítimas, oito são dos comandos especiais. O veículo - um Humvee blindado de fabricação norte-americana capturado pelas forças afegãs - foi atropelado por um posto de controle no centro de treinamento da Direção Nacional de Segurança (NDS) em Maidan Shahr. As informações são da SkyNews.

Depois que o dispositivo foi detonado, dois atiradores entraram no campus e abriram fogo contra soldados afegãos antes de serem mortos a tiros. "A explosão foi muito forte. O prédio inteiro entrou em colapso", disse Sharif Hotak, membro do conselho provincial na província de Maidan Wardak.

+ Incêndio em navios mata pelo menos 14 pessoas na Crimeia

Ele também alegou que o governo estava "escondendo números precisos de vítimas para evitar uma nova queda no das forças afegãs".

Dois altos funcionários do Ministério do Interior disseram que números precisos das mortes não estão sendo liberados para evitar a agitação dentro das forças armadas. No entanto, um funcionário do Ministério da Defesa em Cabul disse à Reuters que 126 pessoas foram mortas, incluindo os oito comandos especiais.

O Talibã disse que o número de mortos era muito maior - um porta-voz alegando que 190 pessoas foram mortas. O grupo militante quer que o governo islâmico e a lei islâmica do Afeganistão e as forças estrangeiras saiam.

+ ELN assume atentado com carro-bomba em Bogotá

Horas depois do ataque à base militar, o Talibã encontrou-se com o enviado especial dos EUA, Zalmay Khalilzad, no Qatar. "As conversações entre os líderes do Taleban e as autoridades dos EUA começaram", disse o porta-voz do Taliban, Zabiullah Mujahid.

Tentativas de acabar com a guerra de 17 anos no Afeganistão foram desfeitas recentemente depois que o Taleban disse que queria manter o governo afegão fora das discussões, algo que os EUA se opõem.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório