Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

SP registra segunda morte de criança nesta semana por coronavírus

A primeira era uma bebê de sete meses da cidade de São Paulo, conforme divulgado em 25 de abril

SP registra segunda morte de criança nesta semana por coronavírus
Notícias ao Minuto Brasil

07:46 - 15/05/20 por Notícias Ao Minuto Brasil

Brasil Tristeza

O estado de São Paulo registra, nesta quinta-feira (14), a segunda morte de criança infectada pelo novo coronavírus nesta semana. A vítima infantil residia na capital, tinha apenas um ano e apresentava comorbidades. Outras quatro crianças já faleceram com COVID-19 no estado, todas na Grande São Paulo.

Veja também: Síria sobrevive à guerra, revê o filho no Brasil e morre de Covid-19

A primeira era uma bebê de sete meses da cidade de São Paulo, conforme divulgado em 25 de abril. A segunda, de um ano, também residia na cidade de São Paulo. A terceira era de Penápolis, com nove anos. A quarta foi confirmada nesta segunda-feira (11), tinha 4 anos e morava em Francisco Morato.

A letalidade entre crianças, hoje, é de 0,8%, quase oito pontos percentuais a menos que entre idosos, faixa em que o índice é de 8,5%. No total, hoje são 4.315 mortes relacionadas à COVID-19, com 197 confirmações nas últimas 24 horas.

Já são 54.286 casos confirmados da enfermidade, com uma ou mais pessoas infectadas em 443 municípios, o que representa 68% do território estadual. Em 196 das cidades, há registro de uma ou mais vítimas fatais. Entre o total de casos, 589 tinham menos de dez anos.

Nesta quinta (14), há 9,9 mil pacientes internados em São Paulo, sendo 3.884 em UTI e 6.110 em enfermaria.  A taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para atendimento à COVID-19 é de 69% no estado de São Paulo e de 85,5% na Grande São Paulo.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais, estão 2.552 homens e 1.763 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 73,1% das mortes. Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (1.047 do total), seguida por 60-69 anos (987) e 80-89 (837). Também faleceram 283 pessoas com mais de 90 anos.

Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (611 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (315), 30 a 39 (181), 20 a 29 (37) e 10 a 19 (12), e cinco com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,9% dos óbitos), diabetes mellitus (43,8%), doença neurológica (11,4%), doença renal (11%) e pneumopatia (9,9%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática.

Esses fatores de risco foram identificados em risco: 3.474 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,5%) do total. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

Veja também: Brasil supera a marca de 200 mil casos e bate recorde em 24h

Campo obrigatório