Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Médica morta em acidente com caminhão era cantora e lançou discos gospel

Karen Padilha morreu na tarde de quarta-feira (5), no km 3 da DF-290

Médica morta em acidente com caminhão era cantora e lançou discos gospel
Notícias ao Minuto Brasil

19:15 - 07/10/22 por Folhapress

Brasil DF

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - A médica Karen Padilha, 26, que morreu em um acidente de trânsito no Distrito Federal, tentava conciliar a carreira na área da saúde com a paixão pela música. Natural de Rondonópolis (MT), Karen trabalhava na Unidade de Pronto Atendimento 24h de Novo Gama (GO) e havia lançado em 2013 um disco gospel chamado "Leva-me Além de Mim". A artista tinha uma apresentação programada para o dia 14 de outubro em Uberlândia (MG).

Karen morreu na tarde de quarta-feira (5), no km 3 da DF-290. Segundo a ocorrência do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, o carro no qual a médica estava seguia no sentido oposto ao do caminhão e foi atingido de lado pelo veículo de grande porte.

Uma chuva intensa foi registrada no momento do acidente, mas o motivo que fez a vítima sair da pista não foi identificado até o momento.

Segundo biografia na página oficial de Karen, a música era algo que acompanhava ela desde criança. Ela começou a cantar na Igreja Adventista do Sétimo Dia, ao lado do irmão Denner Jr. e dos primos Samyra e Eldrey, com o quarteto "Os Primos", que lançou um disco em 2008.

Foi em 2013, no entanto, que ela se lançou na carreira solo com o disco gospel "Leva-me Além de Mim", após participar do Coral Canto Livre durante os anos de ensino médio no IASP (Instituto Adventista de São Paulo).

O disco contou com participações especiais de artistas que passaram pela trajetória de Karen, como Coral Canto Livre, os integrantes do quarteto "Os Primos", além do grupo Nova Expressão.

"Quero adorar o meu salvador e pedir: 'Leva-me além, senhor', pois quero estar preparado para sua volta", afirmou a médica ao anunciar o trabalho.

A cantora estava se preparando para lançar um segundo disco solo, intitulado "Nada a Perder". A data do lançamento, no entanto, ainda não havia sido divulgada.

Nas redes sociais, a Prefeitura de Nova Gama lamentou a morte da médica. "É com pesar que comunicamos o falecimento de Karen Padilha, médica que atendia em nosso município. Lamentamos o ocorrido e desejamos forças a família e amigos."
Segundo o Corpo de Bombeiros, o caminhão que atingiu o carro de Karen era dirigido por uma mulher de 51 anos, que não ficou ferida.

Campo obrigatório