Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Motorista de aplicativo mata jovem atropelado e debocha: 'Menos um fazendo o L'

O homem ainda aparece dizendo que, dessa vez, não haveria cervejinha ou picanha para o jovem atropelado, em mais uma referência a Lula.

Motorista de aplicativo mata jovem atropelado e debocha: 'Menos um fazendo o L'
Notícias ao Minuto Brasil

08:14 - 01/05/23 por Folhapress

Brasil VIOLÊNCIA-SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após matar atropelado um jovem na ligação Leste-Oeste, região central de São Paulo, um motorista de aplicativo fez publicações em rede social debochando da vítima. "Menos um fazendo o L", disse em referência aos eleitores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Christopher Rodrigues, 27, afirma ter direcionado seu carro, um Ford Ka, sobre Matheus Campos da Silva, 21, após presenciar a vítima tomando o celular de outro condutor por volta das 17h30 da última terça-feira (25).
Segundo a Secretaria da Segurança Pública paulista, o autor do atropelamento foi ouvido da última sexta-feira (28) no 5º Distrito Policial, no bairro da Liberdade, que investiga as circunstâncias dos fatos por meio de inquérito policial. O caso foi registrado como furto e morte suspeita ou acidental.

Durante o depoimento, Christopher Rodrigues afirmou se arrepender do atropelamento e das publicações. A polícia não informou se ele apresentou advogado.

Após atingir Matheus da Silva, Rodrigues não prestou socorro, mas foi para suas redes sociais registrar e comentar o caso. Nas imagens, é possível avistar o corpo de Silva sob o carro.

Uma das gravações mostra Rodrigues caçoando da morte do jovem. "Lucifer Morningstar [representação de satanás nos quadrinhos da DC Comics] recebeu mais um membro da equipe", diz. "Agora eu vou para a delegacia assinar um assassinato. Mentira. Deus é mais", continua.

Em outro registro, o atropelador diz que, mesmo suplicado por transeuntes, dentre eles os "direitos humanos", não tiraria seu veículo de cima do jovem. "Não posso tirar o carro, né? Senão o cara foge", declarou.

Depois, é possível ver Rodrigues questionando a um agente se seria preso e sendo tranquilizado.

O homem ainda aparece dizendo que, dessa vez, não haveria cervejinha ou picanha para o jovem atropelado, em mais uma referência a Lula.

Por fim, o motorista postou uma foto comemorando por seu ato não ser registrado nem ao menos como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Campo obrigatório