Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Policial atira na perna de homem durante abordagem no RJ

Um vídeo gravado por um morador registrou o momento que um homem discute com o policial militar. Nas imagens, o agente aparece tentando afastá-lo com as mãos e, logo depois, dispara um tiro contra a perna do homem. Motociclistas e pedestres que acompanhavam a abordagem questionaram os policiais no momento do tiro.

Policial atira na perna de homem durante abordagem no RJ
Notícias ao Minuto Brasil

17:45 - 10/06/23 por Folhapress

Justiça POLÍCIA-RIO

YURI EIRAS
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar do Rio de Janeiro abriu procedimento para analisar a ação de um policial que atirou na perna de um homem durante abordagem na comunidade Nova Holanda, em Macaé (a 390km do Rio de Janeiro), na última quarta-feira (7).

Um vídeo gravado por um morador registrou o momento que um homem discute com o policial militar. Nas imagens, o agente aparece tentando afastá-lo com as mãos e, logo depois, dispara um tiro contra a perna do homem. Motociclistas e pedestres que acompanhavam a abordagem questionaram os policiais no momento do tiro.

Os agentes que participaram da ação contaram ao comando da Polícia Militar que a discussão começou quando faziam patrulhamento na comunidade e viram um grupo de homens correr. Eles teriam deixado uma motocicleta sem placa caída na rua e foram abordados pelos policiais.

Segundo a corporação, quando as viaturas se aproximaram dos homens, "algumas pessoas apresentaram comportamento hostil e atiraram objetos contra as equipes". Um dos envolvidos, diz a PM, "teria tentado investir contra um dos policiais", que atirou contra ele na altura da perna.

O comando do 32° BPM (Batalhão de Polícia Militar), em Macaé, onde o policial é lotado, abriu procedimento para analisar o que ocorreu. A Polícia Militar informou também que a 6ª DPJM (Delegacia de Polícia Judiciária Militar), um braço da corregedoria da PM, também acompanha o caso.

O homem ferido foi socorrido e levado ao hospital público de Macaé. Segundo a Polícia Militar, o quadro de saúde dele é estável.

Moradores da comunidade fizeram um protesto horas após a ação policial. Eles atearam fogo em pneus e algumas das principais vias da cidade chegaram a ser bloqueadas. A Prefeitura de Macaé foi procurada, mas não informou se houve dano ao patrimônio público.

Campo obrigatório