Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após ataques contra PMs, São Vicente (SP) tem sete baleados

As ações ocorreram após dois ataques contra policiais militares. Gerson Antunes Lima, 55, foi assassinado a tiros enquanto varria a rua em frente de casa, no bairro Cidade Náutica, na tarde de sexta-feira (8).

Após ataques contra PMs, São Vicente (SP) tem sete baleados
Notícias ao Minuto Brasil

04:36 - 12/09/23 por Folhapress

Justiça POLÍCIA-SP

(FOLHAPRESS) - A cidade de São Vicente, na Baixada Santista, registrou uma sequência de pessoas baleadas no domingo (10). Foram sete vítimas, conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e da gestão municipal. Um dos feridos morreu.

As ações ocorreram após dois ataques contra policiais militares. Gerson Antunes Lima, 55, foi assassinado a tiros enquanto varria a rua em frente de casa, no bairro Cidade Náutica, na tarde de sexta-feira (8).

Um outro PM foi baleado na noite de sábado (9). O homem, de 46 anos, foi atingido na perna, glúteo e tórax. Ele passou por cirurgia, e seu estado de saúde não foi divulgado.

As ocorrências foram registradas dias depois do fim da Operação Escudo, que durou 40 dias e deixou 28 pessoas mortas em Guarujá e Santos. A ação teve início após a morte do soldado da Rota Patrick Bastos Reis, 30, na noite de 27 de julho.

O ataque mais recente ocorreu na noite de domingo (10) e deixou dois homens feridos. Uma das vítimas, de 25 anos, relatou para policiais militares ter sido baleada na rua Ubirajara Barroso de Oliveira, na Vila Nova São Vicente, durante a passagem de uma motocicleta. Ela, no entanto, não soube precisar de onde partiram os tiros.

Pouco depois, os PMs foram acionados na mesma região para atender uma outra pessoa ferida, um homem de 27 anos. Ambos foram socorridos ao pronto-socorro do Rio Branco. A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio.

Um outro ataque deixou três pessoas feridas, um homem de 29 anos e dois adolescentes, de 14 e 15 anos. O trio foi atingido por disparos de arma de fogo por volta das 0h15 de domingo na rua do Meio, na Vila Margarida, na favela México 70.

O boletim de ocorrência diz que a vítima mais velha caminhava pela rua quando foi baleada por dois homens que estavam em uma motocicleta. Na sequência, os criminosos seguiram até um comércio e atiraram contra os dois adolescentes.

Segundo a prefeitura, o homem passou por cirurgia, enquanto os dois adolescentes foram medicados e liberados. O caso foi registrado como tentativa de homicídio.

Diante os ataques aos policiais, a SSP (Secretaria de Segurança Pública), do governo Tarcísio de Freitas (Republicanos), decidiu reforçar o policiamento da Baixada Santista com equipes da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), equipes de inteligência e de um setor chamado PM Vítima, especializado na investigação de crimes contra policiais.

CASOS REGISTRADOS PELA PREFEITURA

Além dos crimes registrados pela Polícia Civil, a gestão do prefeito Kayo Amado (Podemos) identificou a entrada de outras duas pessoas baleadas na tarde domingo em unidades de saúde sob sua responsabilidade.

Um homem de 23 anos socorrido pelo Samu morreu ao dar entrada no Hospital Municipal de São Vicente.

Uma outra vítima, um homem de 52 anos, que chegou até a unidade por meios próprios, foi baleada na perna direita. Ela foi medicada e liberada.

Leia Também: Polícia apreende 74 celulares furtados durante The Town

Campo obrigatório