Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Líder do PCC no tráfico internacional é preso com R$ 35 mil no litoral

Com ele, os agentes encontraram R$ 35 mil em dinheiro.

Líder do PCC no tráfico internacional é preso com R$ 35 mil no litoral
Notícias ao Minuto Brasil

08:25 - 24/09/23 por Folhapress

Justiça PRISÃO-SP

HERCULANO BARRETO FILHO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar prendeu na quinta-feira (21) em São Vicente, litoral de São Paulo, um homem apontado como uma das lideranças do PCC ligado ao tráfico internacional de cocaína. Com ele, os agentes encontraram R$ 35 mil em dinheiro.

O QUE ACONTECEU
O suspeito é apontado pelas autoridades como um dos encarregados pelo PCC para enviar cocaína para a Europa e África pelo porto de Santos.
Ele foi capturado por agentes da Rota, a tropa de elite da PM, que receberam uma informação de que o suspeito estaria em um apartamento em São Vicente. Com ele, os policiais também apreenderam um documento falso de identidade, anotações ligadas ao tráfico e celulares, que serão periciados pela Polícia Civil.

Investigações indicam que ele é um dos homens de confiança do narcotraficante André Oliveira Macedo, o André do Rap. Acusado de ser o responsável pelo envio de cocaína em navios para o exterior, André do Rap está sendo procurado pelas autoridades desde outubro de 2020, quando saiu da cadeia por decisão do STF. Ele passou a ser considerado como foragido após a soltura ser cassada pelo Supremo.

O suspeito estava foragido há mais de três anos, segundo informou a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. Preso em 2018 com drogas e uma arma em um ponto de venda de drogas de Santos, ele foi solto dois anos depois ao receber alvará de soltura após ser absolvido em primeira instância. Mas a sentença oi revertida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e ele passou a ser considerado foragido.

Ele foi condenado a nove anos de prisão por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e corrupção de menores.

Leia Também: Polícia prende mãe por venda de pornografia infantil da filha de 8 anos em Goiás

Campo obrigatório