Interpol procura estudante que teria fugido do país e se aliado ao EI

O avião em que ela estava pousou em Marrocos e Istambul

© Reprodução
Brasil Viagem ao exterior 13:10 - 07/04/16 POR Notícias Ao Minuto

A Interpol investiga o desaparecimento da universitária paraense Karina Ailyn Raiol Barbosa, de 20 anos, estudante da Universidade Federal do Pará, em Belém. Ela saiu do Brasil por São Paulo, sem avisar a família. Segundo os parentes, a jovem se converteu ao islamismo há cerca de dois anos, e teria sido aliciada para sair do país.

PUB

A Polícia Federal enviou os depoimentos da família para a Interpol, assim como a solicitação para saber o destino de Karina. Por enquanto, a insituição afirma que inicialmente não há crime, já que Karina é maior de idade e saiu pelo país legalmente.

O último contato com a jovem foi na segunda-feira. Ela informou que estava gravando vídeos para um trabalho na UFPA e que depois iria para casa. No entanto, em seguida, o telefone de Karina ficou fora de área. Por volta de 18h, sem notícias da irmã, ela e os pais foram até a universidade, mas não a encontraram.

Segundo a Polícia Federal, Karina embarcou em um voo para fora do Brasil, no aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. O avião em que ela estava pousou em Marrocos e Istambul.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X