Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Entregador é ameaçado após se recusar a subir até apartamento com pedido

O entregador foi agredido com chutes na perna após uma discussão

Entregador é ameaçado após se recusar a subir até apartamento com pedido
Notícias ao Minuto Brasil

19:45 - 29/11/23 por Folhapress

Justiça Violência

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um entregador do iFood gravou o momento em que foi ameaçado e agredido por um cliente após não subir até o apartamento dele no Distrito Federal.

O entregador foi agredido com chutes na perna após uma discussão. O morador apontou o dedo no rosto do entregador e disse que iria prejudicar a vida do homem antes de entregar o código do pedido. O caso ocorreu na Asa Sul, em Brasília, na noite da segunda-feira (27).

Na filmagem, o engenheiro Carlos Augusto Alvares se identifica como policial e depois afirma que é juiz. Toda a discussão aparece na gravação feita pelo entregador. O caso é investigado como vias de fato, injúria e ameaça pela 1ª DP.

MORADOR SE DIZ ARREPENDIDO

O UOL entrou em contato com o homem, que não é policial ou juiz, e sim engenheiro e perito judicial.

Ele afirmou que se arrepende do ocorrido e classificou o ato como "impensado". Segundo ele, foi um "momento de explosão" e disse que gostaria de pedir desculpas ao entregador.

O iFood informou que o cliente foi banido da plataforma. "Uma central de apoio jurídico e psicológico é oferecida a profissionais que reportem a situação ao aplicativo".

A empresa esclareceu que a obrigação do entregador é deixar o pedido no primeiro ponto de contato. "O que pode ser o portão de uma casa ou a portaria do prédio".

"Descer para encontrar o entregador não só agiliza a entrega em si, como demonstra respeito ao entregador ou à entregadora, que só pode fazer a seguinte entrega depois de finalizar aquela", disse o iFood, em nota.

Campo obrigatório