Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Saúde destina R$ 100 milhões para pesquisas com terapia CAR-T para tratar câncer

Os estudos serão feitos pela Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo em parceria com o Instituto Butantan

Saúde destina R$ 100 milhões para pesquisas com terapia CAR-T para tratar câncer
Notícias ao Minuto Brasil

16:00 - 21/12/23 por Folhapress

Brasil Governo

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Ministério da Saúde destinou R$ 100 milhões para pesquisas com CAR-T (terapia celular avançada) para tratamento de câncer. Os estudos serão feitos pela Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo em parceria com o Instituto Butantan.

O financiamento faz parte do PAC-Saúde (Novo Programa de Aceleração ao Crescimento). O anúncio foi feito pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação e do Complexo Econômico-Industrial da Saúde, Carlos Gadelha, em evento nesta quarta-feira (20).

Como mostrou a Folha de S.Paulo, a CAR-T utiliza células do sistema imune (conhecidas como linfócitos T) extraídas do paciente e geneticamente modificadas para reconhecer e atacar as células tumorais.

A terapia tem obtido sucesso no tratamento de alguns tipos de câncer do sistema sanguíneo, linfomas e leucemias, mas não há comprovação de eficácia contra tumores sólidos. Nesses casos, as quimioterapias, radioterapias ou tratamentos como imunoterapia tendem a surtir mais efeito.

A técnica tem autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) desde 2021 para o chamado uso compassivo no Brasil. Essa prática é adotada quando não há nenhuma outra abordagem possível e são utilizadas terapias ainda em estudo para tentar salvar a vida do paciente.

Além disso, a agência aprovou em julho de 2022 o primeiro ensaio clínico para desenvolvimento nacional de células CAR-T para tratamento de câncer no Hospital Israelita Albert Einstein.

Os pacientes incluídos no estudo são todos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), e a pesquisa também recebeu apoio financeiro do Ministério da Saúde.
Em geral, pacientes com um câncer muito agressivo, ou que estão com alguma debilitação do sistema imunológico, têm maior dificuldade de gerar uma resposta imune própria, por isso a terapia CAR-T pode ser uma importante aliada.

Campo obrigatório