Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Semana típica de verão começa com calor e pancadas de chuva em grande parte do Brasil

As chances de chuva se concentram nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste.

Semana típica de verão começa com calor e pancadas de chuva em grande parte do Brasil
Notícias ao Minuto Brasil

08:27 - 05/02/24 por Folhapress

Brasil CLIMA-PAÍS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A semana começa com um tempo mais típico de verão em grande parte do país, sob a influência de uma massa de ar úmido. Isso significa que o sol aparece e o tempo esquenta, com chance de pancadas de chuva à tarde e à noite.

As chances de chuva se concentram nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste. Apenas algumas áreas de interior no Nordeste devem ficar de fora da chuva, como o sertão da Bahia. As máximas ficam, na maior parte do país, entre 32°C e 35°C.

Na capital paulista, as mínimas começam a semana nesta segunda-feira (5) em torno dos 20°C, e as máximas podem chegar a 30°C segundo dados do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), da Prefeitura de São Paulo. A chuva deve ser causada, de acordo com o órgão, pela aproximação da brisa marítima na capital.

O Rio de Janeiro, por sua vez, terá mínimas de 23°C e máximas de 31°C durante a semana, também com chuvas e trovoadas, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

No Centro-Oeste, tempo quente e máximas acima dos 32°C em Cuiabá e Campo Grande, podendo chegar a 34°C e 35°C, respectivamente, até quinta-feira (8).

Teresina, no Piauí-estado, pode ver chuva isolada nesta segunda-feira, e tem máximas entre 33°C e 34°C.

"A maior preocupação com transtornos vai ser realmente no Sudeste, no Centro-Oeste e no Norte do Brasil", afirma a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo.

Já o Sul deve registrar bastante calor, com máximas de 36°C a 38°C na parte oeste de Paraná e Santa Catarina.

O Rio Grande do Sul, por sua vez, deve continuar a sentir os efeitos de uma onda de calor localizada, causada por uma massa de ar quente e seco que cobre a Argentina, e tem chance de ver os termômetros registrarem 40°C.

"O Rio Grande do Sul, novamente, está sendo um dos locais mais quentes do Brasil. A cidade de Paraí, que fica no sul do estado, registrou 39,1°C", disse Pegorim.

A massa de ar quente que está na Argentina e mantém efeitos sobre o Rio Grande do Sul foi chamada pela MetSul de "domo de calor". Outros países da região tem sofrido com temperaturas elevadas nos últimos dias.

De acordo com a empresa de meteorologia, o domo de calor é caracterizado por uma expansão vertical das massas de ar quente na atmosfera, criando um tipo de cúpula que desvia frentes frias, por exemplo, ao redor de uma área, e "aperta" o ar quente numa camada inferior.

O estado gaúcho deve registrar a menor ocorrência de chuvas entre seus pares do Sul.

Florianópolis (SC) deve ter pancadas e máximas de até 33°C durante a semana, e Curitiba, de 31°C –nesta segunda– a 34°C na quinta-feira.

Leia Também: Pesquisadores descobrem tipo raro de bagre dourado no Parque da Tijuca

Campo obrigatório