Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Professor de colégio militar é preso sob suspeita de apalpar alunos em Goiás

Responsáveis de pelo menos dez estudantes com idades entre 11 e 17 anos registraram queixa contra o docente na Polícia Civil. O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Trindade.

Professor de colégio militar é preso sob suspeita de apalpar alunos em Goiás
Notícias ao Minuto Brasil

07:10 - 04/03/24 por Folhapress

Justiça PRISÃO-GO

ALÉXIA SOUSA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um professor foi preso nesta quinta-feira (29) sob suspeita de abusar de alunos de um colégio estadual da Polícia Militar de Goiás, em Trindade, na região metropolitana de Goiânia.

Responsáveis de pelo menos dez estudantes com idades entre 11 e 17 anos registraram queixa contra o docente na Polícia Civil. O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Trindade.

Túlio Fernando da Mata, 43, foi preso em flagrante por suspeita de estupro de vulnerável. Pela lei, o crime é aplicado a qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos, quando a vítima não é capaz de oferecer resistência ou se ela não tiver o discernimento necessário para consentir com o ato sexual.

O advogado William Francisco, que representa o professor, disse que a inocência de seu cliente será comprovada no decorrer da investigação. A defesa afirmou ainda que não teve acesso à íntegra das acusações, mas que todos os fatos serão esclarecidos.

Segundo os relatos, os abusos aconteciam dentro do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás Professor José dos Reis Mendes, onde o docente dava aulas. Ainda de acordo com as vítimas, a situação acontece há pelo menos um ano e meio.
Uma mãe disse em entrevista à TV Anhanguera que o professor apertou uma parte do corpo do filho dela em duas aulas. A mulher, que não quis se identificar, relatou ainda que outras alunas disseram que o docente passava as mãos nas pernas das meninas.

A Polícia Militar informou que o docente não pertence à corporação, sendo do quadro da Secretaria de Estado da Educação. Mas que, ao tomar conhecimento do fato, a equipe policial acionou o conselho tutelar e encaminhou o professor à Central Geral de Flagrantes do município, onde foi dada voz de prisão.

A Secretaria de Estado da Educação confirmou que o professor é efetivo da rede pública estadual de ensino. Disse ainda que só tomou conhecimento do ocorrido por meio da imprensa, nesta sexta-feira (1º).

A pasta informou que abriu uma sindicância para apurar a atuação da gestão escolar do colégio, do Comando de Ensino da Polícia Militar de Goiás, responsável pela gestão da escola, e da Coordenação Regional de Educação de Trindade, à qual o Colégio Militar é jurisdicionado.

Leia Também: Casal brasileiro foragido é preso na Argentina por golpes financeiros

Campo obrigatório