Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Professora é afastada após grampear bilhete em blusa de aluno de 5 anos

O caso, que aconteceu na quarta-feira (17) na Escola Municipal Santa Paula Frassinetti, no centro da cidade, gerou grande comoção e revolta na comunidade

Professora é afastada após grampear bilhete em blusa de aluno de 5 anos
Notícias ao Minuto Brasil

05:25 - 19/04/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Brasil NOVA FRIBURGO

Uma professora da rede municipal de ensino de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, foi afastada de suas funções após grampear um bilhete na camiseta do uniforme de um aluno de apenas 5 anos de idade. O caso, que aconteceu na quarta-feira (17) na Escola Municipal Santa Paula Frassinetti, no centro da cidade, gerou grande comoção e revolta na comunidade.

Segundo a mãe do menino, Jennifer Kelly Silva, o recado, que solicitava o envio de uma nova caderneta, permaneceu preso à roupa da criança durante todo o período de aulas. Jennifer relata ter sido avisada do ocorrido por uma amiga que foi buscar seu filho na escola ao meio-dia.

"Mamãe, favor mandar outra caderneta! Obrigada", dizia a mensagem escrita no bilhete. A mãe, indignada com a situação, desabafou: "Sinceramente, [dá] vontade de chorar, nunca imaginei que pudesse acontecer uma coisa dessas com o meu filho. Quando a gente deixa aqui, a gente espera que ele seja bem cuidado, bem tratado. É uma criança de 5 anos. Mandei mensagem pra diretora, ela me acolheu e vim na escola para conversar com a professora e entender por que ela fez isso com meu filho, por causa de uma caderneta, R$ 5", disse Jennifer à Inter TV.

Além da humilhação, o grampo, mal colocado na camiseta do menino, ainda o machucou. "Ela furou duas vezes, quando ele chegou, já foi grampeado. Ele contou que ele brincou e, na hora do intervalo, soltou. Ela ainda puxou a camisa dele e grampeou. Quando a babá chegou, estava mal grampeado e furando ele", relatou a mãe.

O caso está sendo investigado pela Secretaria Municipal de Educação, que informou que a professora foi afastada de suas funções enquanto as apurações estão em andamento. A pasta também se colocou à disposição da família para oferecer todo o suporte necessário.

Leia Também: Estudante sequestrada há 10 é encontrada na Nigéria

Campo obrigatório