Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Adolescente de 15 anos suspeito de assassinar família é achado morto em SP

Corpo foi encontrado na manhã de segunda (27). O adolescente de 15 anos estava em um prédio abandonado na Av. Doutor Adolpho Miraglia, em Bauru, de acordo com a Polícia Civil. Já a Polícia Militar diz ter sido acionada por volta das 10h28 para uma ocorrência de "encontro de cadáver".

Adolescente de 15 anos suspeito de assassinar família é achado morto em SP
Notícias ao Minuto Brasil

13:38 - 28/05/24 por Folhapress

Justiça MORTE-SP

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um adolescente foi encontrado morto em um prédio abandonado em Bauru, no interior de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de matar três pessoas da mesma família -um casal de idosos e seu genro- no último fim de semana, em uma cidade vizinha.

Corpo foi encontrado na manhã de segunda (27). O adolescente de 15 anos estava em um prédio abandonado na Av. Doutor Adolpho Miraglia, em Bauru, de acordo com a Polícia Civil. Já a Polícia Militar diz ter sido acionada por volta das 10h28 para uma ocorrência de "encontro de cadáver". Os agentes chamaram o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que confirmou a morte do jovem.

Caso foi registrado como "morte suspeita". A Polícia Civil afirma ter pedido mais exames ao IML (Instituto Médico Legal) e ao IC (Instituto de Criminalística). O caso foi registrado na Delegacia Seccional de Bauru e encaminhado à DEIC (Divisão Especializada de Investigações Criminais) da cidade. "As diligências prosseguem para concluir o caso", completou a polícia em nota ao UOL.

CRIME EM AGUDOS
Adolescente é suspeito de matar três pessoas da mesma família. As vítimas foram identificadas no domingo (26) como Aparecido Roberto Carrasco, 74; Joana Fátima Sanches Carrasco, 70; e Valdinei de Souza, 57, genro do casal de idosos. Eles foram encontrados mortos e com marcas de violência no dia anterior, em Agudos (SP), cidade vizinha a Bauru.

Corpos foram achados pela filha dos idosos, esposa de Valdinei. Segundo a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo), a mulher relatou que estava preocupada porque o marido havia saído para se exercitar pela manhã, sem levar o celular, e sumiu sem dar notícias. Ela disse que ele tinha o hábito de fazer caminhadas e costumava passar pela casa dos sogros.

Vítimas estavam em três cômodos separados. Preocupada com o sumiço do marido, a mulher foi até a casa dos pais. Ao chegar lá, encontrou com os três mortos, um em cada quarto da casa. Não havia sinais de arrombamento no local e nenhum objeto de valor foi roubado, ainda de acordo com a SSP.

Polícia ainda não descobriu a motivação do crime. Os três corpos foram velados e sepultados no domingo, no Cemitério Municipal de Agudos.

Campo obrigatório