Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Famosos repercutem caso de menina que sofreu estupro coletivo no Rio

A vítima passou a madrugada no Instituto Médico-Legal e já foi ouvida na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que investiga o caso

Famosos repercutem caso de menina que sofreu estupro coletivo no Rio
Notícias ao Minuto Brasil

19:56 - 26/05/16 por Notícias Ao Minuto

Fama Crime

Nesta quinta-feira (26), algumas famosas que usaram as redes sociais para repercutir

o caso da menina de 16 anos que sofreu estupro coletivo em uma comunidade da Zona Oeste do Rio, na segunda-feira, 23.

Segundo G1, a menina foi levada na manhã desta quinta-feira para o setor de ginecologia do Hospital Maternidade Maria Amélia, que é anexo ao Souza Aguiar, para fazer exames. A polícia já identificou dois dos criminosos, que terão as prisões preventivas pedidas. A vítima passou a madrugada no Instituto Médico-Legal e

já foi ouvida na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que investiga o caso.

O Ministério Público informou que está acompanhando o caso e que já recebeu 800 denúncias, pela ouvidoria.

Leia Também:

Nero critica políticos e religiosos: 'Incentivam violência e ódio'

Veja o comentário dos famosos sobre o caso:

Monica Iozzi:

"Hoje não há espaço para a alegria. O corpo de uma menina foi violentado, sua alma foi dilacerada por 30 homens."

Caio Blat:

repercutiu o desabafo de Iozzi e comentou: "Covardes nojentos. Cadeia para todos."

Marília Gabriela:

"Uma menina de 16 anos, saindo do hospital com a mãe. Ela foi vítima de um estupro coletivo. E agora? Você lê a notícia e faz o que com o resto do seu feriado? E com sua revolta, a dor de estômago, de que maneira estanca suas lágrimas e tira o nó doído da garganta? Sobre a condição feminina, você pensa o quê? E a vergonha, a sensação de desamparo, essa consciência coletiva de que fomos todos estuprados, mulheres e homens, em plena sociedade no século 21, o que fazer com ela? O horror, o horror..."

Sophia Abrahão:

"Absolutamente chocada... O que que está acontecendo? E filmaram... E postaram... E compartilharam... Onde isso vai parar? #Luto."

Nathalia Dill:

"Pelo amor de Deus! Isso tem que parar! A brutalidade contra a mulher não pode mais ser banalizada! 30 homens... Como assim? A revolta é muito grande! #Luto."

Giselle Itié:

"A CULPA É... A culpa é daquele político que diminui as mulheres em suas falas e seus seguidores aplaudem. A culpa é da mídia que sexualiza as mulheres em todos seus produtos. A culpa é do jornal que faz pouco caso para os casos seguidos de estupro. A culpa é do grupo de whatsapp que viraliza vídeos íntimos. A culpa é da cultura machista que aceita tudo isso passivamente. A culpa é da cultura machista que faz tudo isso ativamente. A culpa é minha que faço parte dessa sociedade e pouco agi para muda-la. A culpa é do estuprador, que não se vê como tal e se sente no “seu papel de homem”. A culpa é dele. Dele. Especialmente dele. A culpa NÃO é da vítima. Nunca será da vítima. Bêbada, drogada, com roupa curta, sem roupa, não importa. A culpa jamais será da vítima. 30 homens estupraram uma mulher. 30. Filmaram. Não tiveram vergonha de seus atos e ainda divulgaram. Para quem pensa que isso é um caso isolado, saiba que a cada 11 minutos uma pessoa é estuprada no Brasil. 47.600 vítimas apenas em 2014. Como parar isso?"

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório