Meteorologia

  • 25 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Peixe raro (e estranho) é encontrado por grupo de mergulhadores em Taiwan

Imagens foram gravadas em junho e partilhadas nas redes sociais. Peixe é do tamanho de uma pessoa e não tem barbatanas.

Peixe raro (e estranho) é encontrado por grupo de mergulhadores em Taiwan
Notícias ao Minuto Brasil

06:44 - 21/07/23 por Estadao Conteudo

Mundo Peixes

Uma espécie de aparição rara no oceano foi registrada por um grupo de mergulhadores em Taiwan. O vídeo divulgado pelos profissionais em junho deste ano viralizou na internet e as imagens chamaram a atenção pelo tamanho e característica do peixe. Trata-se de um peixe-fita do gênero Trachipterus.


No vídeo é possível observar que os mergulhadores ficam surpresos em encontrar o animal e um deles até toca no bicho, o que não é recomendado e foi alertado pelo público.

A identificação da espécie foi revelada pelo biólogo Pedro Henrique Tunes em sua conta no Twitter. O peixe-fita não apresenta nadadeiras como outros peixes conhecidos e possui escamas lisas e reflexivas. Além de olhos grandes e buracos pelo corpo.

Logo que o vídeo ganhou grandes proporções, o especialista explicou detalhes sobre o animal. "Os ‘buracos misteriosos’ são mordidas de tubarão-charuto e são muito comuns em peixes, tartarugas, golfinhos e outros tubarões". O biólogo ainda pontou a diferença entre o peixe-remo e o peixe-fita.

Em entrevista ao G1, o especialista pontua que o peixe-remo pode ultrapassar os 3 metros. Em julho do ano passado, um peixe-remo de seis metros foi encontrado no Chile. O peixe-fita, por sua vez, pode medir de 1 a 3 metros e chegar a 4 metros.

Lenda

Além da aparição da espécie, outro fato sobre o peixe viralizou. Na região de Taiwan acredita-se que ao ver o animal, há um presságio de terremoto. O biólogo avalia essa percepção devido aos tsunamis. Segundo ele, depois do desastre várias espécies eram encontradas, inclusive o pixe-fita. Por isso, tanto ele quanto o peixe-remo foram associados ao terremoto.

Leia Também: Vídeo de violência sexual na Índia obriga Modi a abordar conflito étnico

Campo obrigatório