Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Menina de 10 anos com leucemia realiza sonho e se 'casa' antes de morrer

Amigos e familiares se uniram para tornar o sonho de Emma realidade

Menina de 10 anos com leucemia realiza sonho e se 'casa' antes de morrer
Notícias ao Minuto Brasil

06:46 - 08/08/23 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo EUA

Uma garota de 10 anos realizou seu último desejo ao "casar" com seu amor de infância em uma cerimônia emocionante, dias antes de perder a luta contra a leucemia.

Emma Edwards, do estado norte-americano da Carolina do Norte, foi diagnosticada com leucemia linfoblástica aguda em abril do ano passado. Seus pais, Alina, de 39 anos, e Aaron, de 41 anos, tinham esperança de que ela superasse a doença.

No entanto, em junho, conforme relato do Daily Mail, a família recebeu a devastadora notícia de que o câncer de Emma era incurável e que seus dias estavam contados. Ela faleceu em 11 de julho.

Alina compartilhou que o grande sonho de Emma era casar-se com seu namorado de dois anos, Daniel Marshall Christopher Williams Junior, de dez anos, apelidado de DJ. Eles já haviam tentado "casar" na escola durante a hora do almoço quando tinham oito anos.

Amigos e familiares se uniram para tornar o sonho de Emma realidade. Uma cerimônia foi organizada para o jovem casal em 29 de junho, com a presença de 100 convidados que testemunharam o "casamento".

Aaron acompanhou Emma até o "altar" no jardim da avó e a professora dela do terceiro ano fez um discurso sobre o início do relacionamento do casal.

"Enquanto a maioria das crianças quer ir à Disneylândia, a Emma queria casar, ser uma mulher e ter três filhos", compartilhou a mãe. Ela acrescentou que a festa foi organizada "em menos de dois dias".

Um amigo da família celebrou a cerimônia, outro leu um versículo da Bíblia e a melhor amiga de Emma foi sua dama de honra. "Médicos, enfermeiras, professores, família, amigos, todos estavam lá", disse a mãe.

"Ela estava sentindo muita dor quando a vestimos. Isso a deixou exausta, mas ela quis adiar a medicação para não dormir durante a cerimônia", descreveu Alina.

Leia Também: Estudante de medicina brasileiro morre em combate na Guerra da Ucrânia

Campo obrigatório