Meteorologia

  • 02 MARçO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Europa registra o mês de setembro mais quente desde que há registro

O Serviço Copernicus para as Alterações Climáticas prevê que o ano de 2023 seja o mais quente que a humanidade já viveu.

Europa registra o mês de setembro mais quente desde que há registro
Notícias ao Minuto Brasil

06:46 - 02/10/23 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Meteorologia

Vários países europeus registraram as temperaturas mais altas de que há registro no mês de setembro.

A França foi o país mais afetado, com temperaturas médias 3,5°C a 3,6°C acima do normal. De acordo com o The Guardian, o mês de setembro de 2023 foi o mais quente na França desde 1900.

Em algumas regiões francesas, as temperaturas médias superaram o habitual em 4°C ou até 6°C.

Na Alemanha, o mês de setembro também foi o mais quente da história, com temperaturas médias 4°C acima do normal.

Na Bélgica, a temperatura média do mês de setembro costuma ser de 19°C. Este ano, o mês foi quase 4°C mais quente que o normal.

"Setembro foi mais quente do que julho e agosto, o que não acontecia desde 1961. A Bélgica nunca teve um mês de setembro tão quente", afirmou David Dehenauw, do Instituto Meteorológico Real Belga.

Na Polônia, as temperaturas foram 3,6°C superiores à média e as mais altas no mês de setembro desde que há registros.

O aumento das temperaturas no mês de setembro foi impulsionado por uma onda de calor registrada na primeira quinzena do mês. A União Europeia já havia referido, no início de setembro, que as temperaturas globais no verão do hemisfério norte foram as mais altas de que há registro. O Serviço Copernicus para as Alterações Climáticas prevê ainda que o ano de 2023 seja o mais quente que a humanidade já viveu.

Leia Também: Rio (quase) 40 graus aquece debate sobre impacto da mudança do clima nas seguradoras

Campo obrigatório