Meteorologia

  • 02 MARçO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Espanha: hospital indenizará mulher por erro em amputação de braço

Caso ocorreu no hospital de Torrevieja, em Alicante, Espanha

Espanha: hospital indenizará mulher por erro em amputação de braço
Notícias ao Minuto Brasil

17:15 - 04/10/23 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Negligência médica

O hospital de Torrevieja, em Alicante, Espanha, terá de indenizar uma paciente que teve o seu braço esquerdo ser amputado, por negligência, em 450 mil euros (cerca de 2,5 milhões de reais).

A informação foi divulgada pela associação 'El Defensor del Paciente', que defendeu legalmente a mulher, e que relata o acordo extrajudicial alcançado em 25 de setembro entre a paciente, o hospital e a empresa seguradora da unidade de saúde.

A indenização terá de cobrir os danos e prejuízos causados pela operação. A paciente, por sua vez, deverá desistir da queixa colocada e não deverá colocar o assunto em tribunal novamente.

Em 21 de janeiro de 2021, então com 65 anos, a mulher sofreu um traumatismo no ombro esquerdo e recorreu a este hospital no sul de Espanha, onde foi identificada uma "fratura ou luxação do úmero proximal com deslocamento grave do fragmento articular e envolvimento de tuberosidades", conforme avançou a associação.

Foi, então, marcada uma intervenção de artroplastia ("substituição da articulação gleno-umeral afetada por artrose", segundo o site Saúde e Bem Estar).

Durante a operação, no entanto, "foi identificada uma hemorragia num vaso sanguíneo, que os cirurgiões assumiram ser compatível com uma veia e não com uma artéria, avançando para uma hemostasia", que interrompeu a hemorragia.

"Após a operação, a mulher sofreu uma isquemia arterial que evoluiu para uma trombose venosa superficial e profunda (ou seja, "quando o coágulo se forma nas veias mais profundas").

A trombose "só foi tratada mais de 48 horas depois, sendo inevitável a amputação do membro esquerdo", lê-se no relatório da associação legal.

Campo obrigatório