Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Youtuber é condenado a prisão por provocar queda de avião para ter fama

Segundo os procuradores norte-americanos, Trevor Jacob "cometeu este crime para gerar cobertura mediática e noticiosa para si próprio e para obter ganhos financeiros"

Youtuber é condenado a prisão por provocar queda de avião para ter fama
Notícias ao Minuto Brasil

06:23 - 05/12/23 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo EUA

O 'youtuber’ Trevor Jacob foi condenado a uma pena de seis meses de prisão por ter provocado de forma deliberada a queda de uma avioneta para aumentar o número de visualizações do seu canal. De acordo com a imprensa internacional, Jacob confessou que filmou o vídeo como parte de um acordo de patrocínio.

A condenação surge após o homem de 30 anos, também conhecido por ser um 'snowboarder' olímpico, ter concordado em declarar-se culpado do crime de destruição ou ocultação com a intenção de obstruir uma investigação federal.

"Muito provavelmente cometeu este crime para gerar cobertura mediática e noticiosa para si próprio e para obter ganhos financeiros", declararam, na segunda-feira, os procuradores federais da Califórnia, nos Estados Unidos, citados pela BBC. "Este tipo de comportamento 'audacioso' não pode ser tolerado".

Já numa carta dirigida ao juiz, o 'youtuber' manifestou-se "sinceramente arrependido" e afirmou que havia "sofrido muitas consequências com a infração".

"Apesar de ter pesquisado cuidadosamente a rota do avião para me certificar de que o acidente não seria perto de habitações humanas ou de rotas de trilhos, eu nunca deveria ter seguido em frente", afirmou ainda.

O caso remonta a dezembro de 2021, quando o homem publicou um vídeo intitulado 'I Crashed My Plane' ('Derrubei o meu avião', em português) no YouTube. No vídeo, que conta com mais de quatro milhões de visualizações, é possível ver Jacob a dirigir o avião até saltar de paraquedas. Depois, vê-se a aeronave caindo nas montanhas da Floresta Nacional de Los Padres, na Califórnia. 

Após a Administração Federal de Aviação norte-americana ter aberto uma investigação, o 'youtuber' disse que o avião tinha perdido a potência e que não sabia dos destroços. No entanto, a história levantou dúvidas e, mais tarde, os investigadores apuraram que Jacob não fez nada para evitar o acidente: não contactou o controle de tráfego aéreo, não reiniciou o motor e não procurou um local seguro para aterrissar.

Houve ainda outros detalhes que levantaram suspeitas, como o fato de o youtuber ter colocado câmaras em várias partes da aeronave, ter vestido um colete com paraquedas (algo que não fazia noutras viagens) e gravado o salto do avião com um 'selfie stick'.

Campo obrigatório